oceano Atlântico 

Photograph
Um iceberg na baía de Baffin, no norte do oceano Atlântico.
Jupiterimages—Photos.com/Thinkstock
Video

Uma grande massa de água salgada envolve os continentes e está dividida nos oceanos …
Created and produced by QA International. © QA International, 2010. All rights reserved. www.qa-international.com
Photograph
Vista do morro do Pico e de praias de Fernando de Noronha. A ilha faz parte de um …
© CPJ Photography/Fotolia
Photograph
A ilha Surtsey, perto da costa sul da Islândia no oceano Atlântico Norte, nasceu de …
Encyclopædia Britannica, Inc.
Photograph
Praia e pedras vulcânicas na ilha de Ascensão, no Atlântico Sul.
© kwest/Shutterstock.com
Photograph
O furacão Isabel sobre o oceano Atlântico. Foto tomada desde a Estação …
Astronaut Ed Lu/Image courtesy of Mike Trenchard, Earth Sciences & Image Analysis Laboratory/Johnson Space Center/NASA
Video

Saiba mais sobre a formação dos ciclones e da grande destruição que …
Created and produced by QA International. © QA International, 2010. All rights reserved. www.qa-international.com
Projetos na Área de Pesquisa

O Atlântico é o segundo maior oceano da Terra; o primeiro é o Pacífico. No entanto, o oceano Atlântico banha uma extensão maior de terra firme do que qualquer outro oceano. Isso quer dizer que a maioria dos rios do mundo deságua nele. Os antigos gregos lhe deram esse nome em homenagem a Atlas, uma figura da mitologia grega. Atlas ficava sentado sobre pilares no oceano e segurava o céu sobre os ombros.

O Atlântico é o segundo maior oceano da Terra; o primeiro é o Pacífico. No entanto, o oceano Atlântico banha uma extensão maior de terra firme do que qualquer outro oceano. Isso quer dizer que a maioria dos rios do mundo deságua nele. Os antigos gregos lhe deram esse nome em homenagem a Atlas, uma figura da mitologia grega. Atlas ficava sentado sobre pilares no oceano e segurava o céu sobre os ombros.

Características

O oceano Atlântico banha os continentes da Europa e da África a oeste. A leste, ele se estende ao longo de toda a América (da América do Norte até a América do Sul). Ele também vai do oceano Ártico, ao norte, até à Antártica e o oceano Antártico, ao sul. O equador divide o oceano Atlântico em duas grandes partes, chamadas Atlântico Norte e Atlântico Sul.

A superfície do Atlântico é de 82.440.000 quilômetros quadrados. Isso equivale a aproximadamente metade do tamanho do oceano Pacífico. O ponto mais profundo do Atlântico, a 8.380 metros de profundidade, fica na fossa de Porto Rico, a norte da ilha de Porto Rico.

No meio do Atlântico há uma longa cordilheira de montanhas submersas chamada crista oceânica do Atlântico. Ao longo da crista, uma rocha quente e líquida chamada magma sai de baixo da superfície terrestre. O magma esfria e endurece enquanto se espalha pelos dois lados da crista. É comum haver vulcões e terremotos perto dessa crista.

Vulcões submersos formaram algumas das ilhas do Atlântico. As ilhas de Cabo Verde, perto da massa continental da África, e de Bermudas, perto da América do Norte, estão entre elas. A Islândia também é uma ilha vulcânica que surgiu da crista oceânica do Atlântico.

Outras ilhas atlânticas fazem parte das mesmas massas de terra dos continentes próximos a elas. Por exemplo, as ilhas do Reino Unido, que ficam junto à parte continental da Europa, e as ilhas Falkland, que ficam perto da massa continental da América do Sul.

Correntes e clima

As águas do oceano se movem em padrões chamados correntes. As correntes podem transportar calor e afetar o clima. Em geral, as principais correntes do oceano Atlântico se movem em sentido horário na parte norte do oceano. Na parte sul, elas se movimentam em sentido anti-horário. Na região do equador, as correntes se movem de leste para oeste. Ali a água se aquece. Depois, conforme se afasta do equador, a água esfria lentamente.

Com frequência, tempestades grandes de forma circular, chamadas furacões, surgem nas partes mais quentes do Atlântico. Os furacões normalmente atingem as áreas costeiras do mar do Caribe e do sudeste da América do Norte.

Economia

Photograph
Uma vista aérea de uma plataforma de petróleo da Petrobrás na bacia de Campos, …
Bruno Domingos—Reuters/Landov

O Atlântico produz grande parte dos peixes consumidos no mundo. Ele também é fonte de muitos minerais. Grandes reservas de petróleo, de gás natural e de carvão foram encontradas no oceano Atlântico. Além disso, muitos navios cargueiros fazem rotas comerciais através dele.

Exploração

Photograph
Os navios viking (chamados drakkar) eram muito resistentes em mares agitados.
© Photos.com/Jupiterimages

Os antigos egípcios, os celtas (da Europa), os fenícios (do Oriente Médio) e os romanos navegaram no Atlântico. Mas ninguém sabe quão longe eles chegaram. Por volta de 1000 a.C., vikings do norte da Europa cruzaram o Atlântico. Eles prossivelmente chegaram até a ilha da Terra Nova, na costa da América do Norte.

Em 1492, Cristóvão Colombo fez sua famosa viagem pelo oceano Atlântico em busca de uma nova rota comercial entre a Europa e a Ásia pelo ocidente. Em 1520, Fernão de Magalhães contornou a América do Sul. Ele descobriu um estreito, ou passagem, que liga o oceano Atlântico ao Pacífico; esse estreito mais tarde recebeu seu nome.

Questões ambientais

Os seres humanos poluíram muito algumas partes do oceano Atlântico. Essa poluição inclui o esgoto das cidades e o lixo das fábricas, além de fertilizantes e pesticidas das fazendas. O petróleo que vaza dos navios ou das plataformas de extração também é uma imensa fonte de poluição.

A pesca em excesso é outra importante questão ambiental no Atlântico. Alguns países limitaram a quantidade de peixes que podem ser pescada em certas regiões. Eles também criaram programas para proteger os peixes que restaram e para aumentar sua população.