Índice deste artigo
Imprimir este Índice

porcelana 

Photograph
Vasos de porcelana chinesa, do final do século XVII ou do começo do XVIII, decorados …
Peter Harholdt/Corbis
Projetos na Área de Pesquisa

A porcelana é uma cerâmica feita com uma massa branca composta principalmente de caulim (um tipo de argila branca e forte), combinada com argila comum e com os minerais chamados quartzo e feldspato. É revestida por uma camada de esmalte transparente (podendo ser brilhante ou sem brilho), e vai ao forno a 1.450°C, tornando-se vitrificada. A porcelana se destaca por ser impermeável e semitransparente.

A porcelana é uma cerâmica feita com uma massa branca composta principalmente de caulim (um tipo de argila branca e forte), combinada com argila comum e com os minerais chamados quartzo e feldspato. É revestida por uma camada de esmalte transparente (podendo ser brilhante ou sem brilho), e vai ao forno a 1.450°C, tornando-se vitrificada. A porcelana se destaca por ser impermeável e semitransparente.

Um dos principais usos da porcelana é nas refeições — em pratos, travessas, sopeiras e xícaras. Diversos objetos utilitários e decorativos também são feitos com ela. Entre os utilitários estão potes e peças práticas; como decorativos, destacam-se os vasos — com motivos em relevo, pinturas e formatos diversos.

A porcelana foi criada na China durante a dinastia Tang (618-907). Suas características principais eram a cor ( muito branca), a dureza e a translucidez. No período Song (960-1275), a massa tornou-se mais fina, foram introduzidas novas cores e as formas ficaram mais elegantes. A época áurea da porcelana chinesa foi durante a dinastia Ming (1368-1644), quando foram produzidas as peças mais belas e requintadas.

Além da finura do material, a porcelana chinesa destacou-se pela beleza dos adornos e pinturas, que costumavam representar cenas da vida diária na China.

No início, a porcelana era artesanal (feita à mão). Na dinastia Ming foram criadas manufaturas, que combinavam trabalho humano e industrializado.

O processo de fabricação da porcelana era mantido em segredo pelos chineses. Vários países europeus haviam tentado copiá-lo, mas o resultado era diferente. No século XVII, com a descoberta de caulim em escavações feitas na Alemanha, o alquimista Johann Friedrich Böttger conseguiu produzir uma porcelana semelhante à chinesa. A fabricação alemã também tentou manter o segredo, mas não conseguiu. O segredo foi descoberto e a porcelana passou a ser feita em outros países da Europa, e mais tarde no mundo todo.

O modelador alemão Joachim Kändler criou estatuetas de crianças, de velhinhos, de músicos e de grupos de pessoas que fizeram muito sucesso e passaram a ser imitadas.