Índice deste artigo
Imprimir este Índice

Frida Kahlo 

Photograph
Autorretrato com macaco (1938), pintura a óleo por Frida Kahlo.
The Granger Collection, New York
Photograph
Frida Kahlo e Diego Rivera.
Library of Congress, Washington, D.C. (neg. no. LC-USZ62-42516)
Photograph
A artista mexicana Frida Kahlo (1939).
Library of Congress, Washington, D.C. (neg. no. LC-USZ62-117438)
Projetos na Área de Pesquisa

Frida Kahlo é uma das pintoras mexicanas mais famosas. Ela criou autorretratos intensos, brilhantes e coloridos pintados em um estilo primitivista. Kahlo se inspirou em sua herança mexicana e incorporou nas suas pinturas símbolos indígenas e religiosos.

Frida Kahlo é uma das pintoras mexicanas mais famosas. Ela criou autorretratos intensos, brilhantes e coloridos pintados em um estilo primitivista. Kahlo se inspirou em sua herança mexicana e incorporou nas suas pinturas símbolos indígenas e religiosos.

Magdalena Carmen Frida Kahlo y Calderón nasceu em 6 de julho de 1907, em Coyoacán, no México. Exceto pela formação básica que obteve no estúdio de fotografia de seu pai e duas classes como estudante, ela foi uma artista autodidata (pessoa que aprende sem auxílio de mestres). Em 1925, Kahlo sofreu um acidente de ônibus em que ficou tão gravemente ferida que passou por cerca de três dezenas de operações.

Foi durante sua lenta recuperação do trauma que Kahlo começou a pintar. Mostrou seus primeiros esboços ao artista Diego Rivera, a quem havia conhecido alguns anos antes, e ele a incentivou a continuar a sua arte. Quase a metade das obras de Kahlo são autorretratos, nos quais ela explora sua identidade como mulher, como mexicana e como artista. Por causa de seus problemas de saúde crônicos, seus retratos frequentemente a mostram em agonia física.

Depois de se casar com Rivera em 1929, eles viajaram por alguns anos nos Estados Unidos, onde ele foi contratado para pintar vários murais, ou pinturas em paredes. A residência nos Estados Unidos reforçou o nacionalismo mexicano de Kahlo e, depois de voltar para o México, ela continuou a defender sua identidade e cultura. A artista foi politicamente ativa no partidocomunista e deu refúgio ao líder soviético Leon Trotsky (exilado no México) no final de 1930. Kahlo e Rivera se separaram em 1939, mas se casaram novamente em 1941.

Em 1938, Kahlo conheceu os artistas plásticos franceses André Breton e Marcel Duchamp, do movimento surrealista. Eles promoveram a organização de algumas exposições das obras de Kahlo nos Estados Unidos e na Europa. Em 1943, a artista mexicana foi nomeada professora de pintura na La Esmeralda, Escola de Belas Artes do Ministério da Educação do México. Depois de sofrer de problemas de saúde durante anos por causa de seu acidente, Kahlo morreu aos 47 anos de idade em 13 de julho de 1954, na sua casa em Coyoacán — que hoje é o Museu Frida Kahlo, também chamado La Casa Azul (em português, A casa azul). Em 1995 foram publicados O diário de Frida Kahlo, que abrange os anos de 1944 a 1954, e As cartas de Frida Kahlo.