monge 

Photograph
Monges budistas em fila para receber comida de uma mulher no sudeste asiático.
Photobank BKK/Robert Harding Picture Library
Projetos na Área de Pesquisa

Um monge é uma pessoa que vive fora da sociedade e se dedica totalmente à religião. Sua vida é quase sempre simples, voltada para as preces e o trabalho. Normalmente os monges não têm muitos pertences, e renunciam a qualquer riqueza. Em muitos lugares, mulheres também podem exercer essas funções, sendo chamadas monjas.

Um monge é uma pessoa que vive fora da sociedade e se dedica totalmente à religião. Sua vida é quase sempre simples, voltada para as preces e o trabalho. Normalmente os monges não têm muitos pertences, e renunciam a qualquer riqueza. Em muitos lugares, mulheres também podem exercer essas funções, sendo chamadas monjas.

Tipos de monges

Existem dois principais tipos de monges. O primeiro é o eremita — uma pessoa que vive isolada, longe do convívio com outros seres humanos. Esses monges acham que a solidão os ajuda a se aproximar de Deus.

O segundo tipo de monge vive em comunidade com outros monges. O lugar em que eles ficam se chama mosteiro. Ali eles têm horas certas para rezar, trabalhar e estudar.

Funções

Os monges ajudam os doentes e os pobres, disseminam a cultura e a educação. Há muitos anos, eles frequentemente eram os únicos membros da sociedade que sabiam ler e escrever. Monges católicos copiaram a Bíblia e outros textos e criaram algumas das primeiras bibliotecas. Além disso, fizeram pesquisa científica e ensinaram práticas agrícolas.

Os monges nas diversas religiões

Há monges em várias religiões, entre elas o cristianismo, o hinduísmo, o siquismo, o jainismo e o budismo. O islamismo e o judaísmo não têm monges, mas nessas duas religiões as pessoas formaram comunidades religiosas.

Cristianismo

São Pacômio foi um cristão que viveu no Egito, no século IV. Ele fundou a primeira comunidade de monges cristãos.

Durante a Idade Média, surgiram muitas ordens (grupos) de monges católicos. Os beneditinos, os dominicanos e os franciscanos sobrevivem até os dias de hoje.

Os monges da Igreja Ortodoxa ajudaram a espalhar o cristianismo pela Europa oriental. Não formaram ordens como os monges católicos, mas costumavam viver juntos em comunidades.

Hinduísmo

Os monges hinduístas da Índia surgiram bem antes dos monges cristãos. Eles passam a maior parte do tempo em meditação profunda. Muitos vivem em mosteiros ou comunidades chamados ashrams.

Siquismo (sikhs)

O siquismo, sediado na Índia, tem fiéis semelhantes aos monges hinduístas. Alguns agem como missionários para disseminar as crenças siques (ou sikhs).

Jainismo

O jainismo, que também é praticado na Índia, tem duas seitas (divisões) de monges. Os monges jainistas são vegetarianos porque não querem prejudicar nenhum ser vivo.

Budismo

Existem grupos de monges budistas em muitas partes da Ásia. Alguns deles vivem em mosteiros, onde estudam e ensinam sua religião. Outros perambulam sozinhos. Em geral os monges budistas não exercem atividades profissionais, sobrevivendo à base de mendicância.