remo 

Photograph
Equipe júnior de remo em ação durante uma corrida num rio de Praga, na …
© Vladimir Wrangel/Shutterstock.com
Projetos na Área de Pesquisa

Remo é a atividade de mover um barco numa superfície aquática com a ajuda de um instrumento também chamado remo. Os remos são hastes em que uma das extremidades é mais larga e achatada. Como esporte, o remo é uma competição de barcos disputada individualmente ou em equipes. As duas principais categorias são a palamenta simples, em que cada remador segura um único remo com as duas mãos, e a palamenta dupla, em que os praticantes usam dois remos, um em cada mão.

Remo é a atividade de mover um barco numa superfície aquática com a ajuda de um instrumento também chamado remo. Os remos são hastes em que uma das extremidades é mais larga e achatada. Como esporte, o remo é uma competição de barcos disputada individualmente ou em equipes. As duas principais categorias são a palamenta simples, em que cada remador segura um único remo com as duas mãos, e a palamenta dupla, em que os praticantes usam dois remos, um em cada mão.

Equipamento e técnica

Os barcos usados nas competições são compridos e estreitos. Neles podem sentar-se um, dois, quatro ou oito remadores. Os barcos variam desde 8,2 metros de comprimento, para um remador, até 18,9 metros, para oito remadores. Os atletas se posicionam sempre em fila única, em assentos que deslizam para a frente e para trás sobre pequenos cilindros. Isso permite aumentar a extensão das remadas. Os remadores se sentam voltados para a parte traseira do barco, de costas para o sentido do movimento. Alguns barcos têm espaço para uma pessoa a mais, o timoneiro. O timoneiro fica na extremidade do barco, voltado para os remadores. Sua função é orientar o movimento. Quando não há timoneiro, um dos remadores direciona o barco usando um leme controlado com o pé.

História

A embarcação a remo foi um dos primeiros meios de transporte que surgiram. Desde o Egito antigo, os remadores moviam tanto grandes embarcações de guerra quanto pequenos barcos que conduziam pessoas de uma cidade a outra ao longo dos rios. As corridas em barcos a remo tiveram início na Inglaterra, numa época em que poucas pontes atravessavam os rios. Homens chamados barqueiros cruzavam os rios transportando passageiros. No século XVI, os barqueiros começaram a competir entre si. Esses eventos foram denominados regatas. Um tipo parecido de competição, realizado entre condutores de balsas, surgiu nos Estados Unidos no início do século XIX.

A primeira competição amadora de remo baseou-se nas corridas entre os balseiros. No final do século XVIII, estudantes da Universidade de Oxford, na Inglaterra, começaram a praticar o esporte a sério. Os mais antigos clubes de remo ingleses, na maioria, foram fundados entre 1840 e 1870. Algumas das mais famosas regatas da atualidade começaram a ser realizadas nesse período. A mais conhecida é a Henley Royal Regatta, que teve início em 1839 e acontece todos os anos em Henley-on-Thames, na Inglaterra.

Nos Estados Unidos, os clubes de remo foram criados no início do século XIX. O esporte tornou-se popular em muitas faculdades e escolas. As universidades Harvard e Yale têm equipes de remo desde 1852.

Outros países também criaram organizações locais e nacionais, amadoras e profissionais, durante esse período. Em 1892, foi fundada a Federação Internacional de Remo (FISA, sigla em francês para Fédération Internationale des Sociétés d’Aviron). No Brasil, alguns clubes que hoje são conhecidos pelo futebol começaram como clubes de remo. Exemplos são o Clube de Regatas Vasco da Gama, o Clube de Regatas do Flamengo e o Botafogo de Futebol e Regatas, todos do Rio de Janeiro, além do Clube do Remo, de Belém.

O remo passou a fazer parte dos Jogos Olímpicos em 1900, com equipes masculinas, e em 1976, com equipes femininas.