Índice deste artigo
Imprimir este Índice

caracol e lesma 

Photograph
O caracol pertence ao grupo dos animais invertebrados.
Jacques Six
Photograph
Um caracol se arrasta sobre uma folha. Esses animais geralmente vivem no solo, em plantas ou na …
iStockphoto/Thinkstock
Photograph
Tanto os caracois quanto as lesmas têm dois tentáculos longos na cabeça. Na …
AdstockRF
Photograph
Assim como os caracois, as lesmas secretam um líquido viscoso que as ajuda a se locomover.
AdstockRF
Photograph
Um menino observa um caracol deslizar sobre sua mão.
(c) Lance Nelson/Corbis
Projetos na Área de Pesquisa

O caracol e a lesma são animais semelhantes. A principal diferença entre eles é que o caracol tem concha e a lesma, não. Ambos pertencem ao grupo dos animais de corpo mole chamados moluscos, entre os quais estão a ostra, o marisco e a lula.

O caracol e a lesma são animais semelhantes. A principal diferença entre eles é que o caracol tem concha e a lesma, não. Ambos pertencem ao grupo dos animais de corpo mole chamados moluscos, entre os quais estão a ostra, o marisco e a lula.

O caracol e a lesma são encontrados no mundo todo. Alguns vivem no solo ou em árvores, enquanto outros moram na água. Há também aqueles que passam o inverno debaixo da terra.

Em geral, esses animais são pequenos e têm cor parda. O caracol tem o corpo e a concha enrolados em espiral. A concha o protege do calor e dos predadores. Ela aumenta de tamanho conforme o caracol cresce. O corpo da lesma é esticado — ou seja, não é enrolado como o do caracol. Ambos os animais possuem dois longos tentáculos que se projetam do alto da cabeça. Cada tentáculo tem um olho na ponta.

Caracóis e lesmas locomovem-se deslizando sobre um pé. Eles secretam um fluido viscoso que ajuda o pé a deslizar.

Seu alimento consiste de plantas. As lesmas comem também animais mortos e, às vezes, vermes e até caracóis. Ambos são presas de cobras, sapos, tartarugas, besouros e aves.

Para os jardineiros, os caracóis e as lesmas são considerados pragas. No entanto, em alguns lugares, como na França, as pessoas comem certos tipos de caracóis.