surfe 

Photograph
A surfer rides a wave.
© Photodisc
Projetos na Área de Pesquisa

O surfe é um esporte em que o praticante desliza pelo mar, impulsionado por uma onda, em cima de uma prancha. A prancha é conhecida como prancha de surfe.

O surfe é um esporte em que o praticante desliza pelo mar, impulsionado por uma onda, em cima de uma prancha. A prancha é conhecida como prancha de surfe.

Equipamento e roupa

O único equipamento requerido para o esporte é a prancha de surfe. Elas são feitas de fibra de vidro e espuma plástica. São longas e estreitas, com o bico pontudo ou arredondado. As pranchas variam em comprimento, largura e espessura. Os iniciantes em geral usam pranchas mais largas e grossas. O comprimento depende da espécie de onda em que o surfista pretende deslizar, assim como da experiência que tem. Muitos surfistas usam um tipo de roupa próprio para manter o corpo quente na água gelada.

Técnica

Um surfista deve ter bom equilíbrio e boa coordenação, além de um sentido apurado de tempo, e saber nadar muito bem. O surfista começa remando com a prancha até além da área de formação das ondas. Quando uma onda surge, ele rema com os braços em direção à praia para ganhar velocidade. Assim que o movimento da onda começa a empurrar a prancha rumo à praia, o surfista se ergue na prancha até a posição sentada ou de joelhos. Leva a prancha pela curva da onda até a crista. De pé na prancha, o surfista desliza com ela pela parede de água abaixo, em direção à praia.

Competições

A Associação Internacional de Surfe supervisiona o esporte. A organização promove todo ano várias competições em muitos países mundo afora. Os surfistas são julgados pela forma, qualidade e tamanho da onda escolhida, e pela dificuldade em se conduzir e manobrar sobre a onda.

História

O surfe começou no arquipélago do Havaí e em outras ilhas do oceano Pacífico há mais de duzentos anos. Quando os turistas passaram a viajar para o Havaí, no início do século XX, aprenderam o esporte. Logo o surfe se espalhou pelos Estados Unidos, especialmente pela Califórnia, chegando até a Austrália e vários outros países. As primeiras pranchas eram feitas de madeira, sendo, por isso, grandes e pesadas. Poucas pessoas conseguiam carregá-las. No século XX, os cientistas desenvolveram novos materiais, que tornaram possível construir pranchas bem mais leves. O esporte se tornou mais popular por isso.

No Brasil, o surfe começou na cidade de Santos, em 1939. Um rapaz chamado Osmar Gonçalves viu numa revista americana chamada Popular Mechanic como é que se fazia uma prancha e resolveu fazer a sua, ajudado por dois amigos. Começaram o trabalho em dezembro de 1938 e o terminaram em janeiro de 1939. A prancha pesava 80 quilos e tinha 3,60 metros de comprimento. Com isso, tornaram-se os pioneiros do surfe na cidade e, portanto, no Brasil. Osmar tem até uma estátua em sua homenagem nos jardins da praia em Santos. Para diminuir o peso, as pranchas começaram a ser ocas e, depois, de madeirite. As primeiras pranchas de fibra de vidro só chegaram ao Brasil em 1964.