abutre 

Photograph
Esta fonte de alimento atrai numerosos abutres na África. Animais mortos e lixo …
© Gallo Images/Corbis
Projetos na Área de Pesquisa

O abutres são grandes aves de rapina. Porém, diferentemente de outras aves desse gênero, não caçam animais vivos, mas comem sobretudo animais mortos e lixo. Quando um abutre encontra um animal morto ou moribundo, outros voam de longe até perto dele para partilhar a refeição.

O abutres são grandes aves de rapina. Porém, diferentemente de outras aves desse gênero, não caçam animais vivos, mas comem sobretudo animais mortos e lixo. Quando um abutre encontra um animal morto ou moribundo, outros voam de longe até perto dele para partilhar a refeição.

Os abutres estão entre as maiores aves voadoras. Eles podem voar por horas, planando graciosamente com as longas e amplas asas. As penas que cobrem seu corpo são pretas, marrons ou brancas, porém a maioria dos abutres não possui penas na cabeça e no pescoço. Eles têm visão excelente.

Os abutres vivem sobretudo em regiões quentes. Existem dois grupos de abutres, os do Novo Mundo e os do Velho Mundo. Eles têm muitas características em comum, mas não são parentes próximos.

Abutres do Novo Mundo

Os abutres do Novo Mundo vivem nas Américas. O urubu-preto é um abutre do Novo Mundo que mede cerca de 61 centímetros de comprimento. O condor-da-califórnia é um grande abutre. Ele pode chegar a 1,39 metro, com envergadura (medida das asas abertas) de 2,9 metros, e quase foi extinto no século XX. Os cientistas estão tentando salvar sua espécie. Outros abutres do Novo Mundo são o urubu-rei e o condor-dos-andes.

Abutres do Velho Mundo

Os abutres do Velho Mundo vivem na Europa, na Ásia e na África. Eles são parentes próximos das águias e dos gaviões. O abutre-cinéreo é uma grande ave desse grupo, que pode chegar a 99 centímetros de comprimento. Grandes dobras de pele pendem da sua cabeça. Outros exemplos de abutres do Velho Mundo são o abutre-fouveiro e o abutre-do-egito.