Auguste Rodin 

Photograph
A escultura conhecida como O pensador (Le penseur, em francês) …
Spectrum Colour Library/Heritage-Images
Projetos na Área de Pesquisa

Auguste Rodin foi um escultor que criou, com bronze e mármore, figuras humanas impressionantemente realistas, sem a preocupação da finalização, do acabamento. Sua obra teve grande influência na escultura do século XX.

Auguste Rodin foi um escultor que criou, com bronze e mármore, figuras humanas impressionantemente realistas, sem a preocupação da finalização, do acabamento. Sua obra teve grande influência na escultura do século XX.

Infância e juventude

François-Auguste-René Rodin nasceu numa família pobre, no dia 12 de novembro de 1840, em Paris, na França. Ele gostava de fazer bonecos com a massa de pão que sua mãe preparava na cozinha. Quando tinha 13 anos, ingressou numa escola de arte, onde aprendeu a desenhar e a fazer modelos. Mais tarde, tentou por três vezes entrar na academia oficial de arte da França, mas foi sempre rejeitado.

Para ganhar a vida, em 1858 Rodin começou a fazer peças decorativas em pedra. Ele usava o tempo livre para estudar arte, visitando os museus e as galerias de Paris. Em 1864, tornou-se ajudante de um conhecido escultor. Trabalhou para outros artistas até 1882. As pressões desse trabalho deixavam-lhe pouco tempo para desenvolver a sua própria arte.

Embora não ganhasse muito dinheiro, Rodin conseguiu viajar para a Itália em 1875. Essa viagem foi decisiva para o aspirante a artista, pois ele pôde ver a obra dos grandes mestres da arte do Renascimento. Impressionaram-no particularmente as esculturas de Michelangelo.

Carreira

Em 1877, Rodin apresentou sua escultura A idade do bronze, representação surpreendentemente realista de uma figura masculina. O corpo é tão real que os críticos afirmaram que o escultor o tinha moldado num homem vivo. Rodin não havia feito isso, e negou veementemente a acusação. A idade do bronze chamou muita atenção e lhe rendeu a reputação de escultor sério.

Em 1880, Rodin recebeu a encomenda de criar uma porta de bronze muito grande para o Museu de Artes Decorativas, em Paris. Seu plano para essa obra era ambicioso. Ele queria criar um “universo” de cenas que mostrassem as lutas da humanidade. Embora não tenha chegado a concluí-la, a grande porta forneceu a base para algumas das esculturas mais vigorosas de Rodin, entre elas a mais famosa: O pensador. No início do século XX, ele já era conhecido em todo o mundo por suas esculturas eloquentes e realistas. Rodin morreu em Meudon, na França, no dia 17 de novembro de 1917. Algumas de suas obras estão reunidas no Museu Rodin, em Paris.