Índice deste artigo
Imprimir este Índice

Açores 

Photograph
As ilhas do Açores, que ficam no norte do oceano Atlântico, a cerca de 1.600 …
© Rui Vale de Sousa/Fotolia
Projetos na Área de Pesquisa

As ilhas dos Açores são um arquipélago que constitui uma região autônoma de Portugal. Situam-se no nordeste do oceano Atlântico, à distância de 1.200 quilômetros da ilha da Madeira e a 1.430 quilômetros de Portugal continental. Ocupando uma área de 2.322 km2, os Açores têm 250.000 habitantes (estimativa de 2010).

As ilhas dos Açores são um arquipélago que constitui uma região autônoma de Portugal. Situam-se no nordeste do oceano Atlântico, à distância de 1.200 quilômetros da ilha da Madeira e a 1.430 quilômetros de Portugal continental. Ocupando uma área de 2.322 km2, os Açores têm 250.000 habitantes (estimativa de 2010).

São nove ilhas divididas em três grupos: o grupo ocidental, com a ilha do Corvo e a ilha das Flores; o grupo central, com as ilhas de Faial, Graciosa, do Pico, de São Jorge e Terceira; e o grupo oriental, com Santa Maria e São Miguel. Há também um grupo de ilhotas chamadas Formigas, que são uma reserva natural regional.

A maior cidade dos Açores é Ponta Delgada, situada na ilha de São Miguel, e nela fica a sede do governo regional. Outras importantes cidades são Angra do Heroísmo, na ilha Terceira, e Horta, na ilha do Faial. Como fazem parte de Portugal, os Açores integram a União Europeia. As ilhas devem seu nome ao pássaro chamado açor, que é uma espécie de falcão que habita o arquipélago.

De origem vulcânica, as ilhas dos Açores têm clima temperado — ou seja, que varia com regularidade ao longo do ano, da média de 10°C no inverno a perto de 25°C no verão. O ar ali é bastante úmido. Ainda existe atividade vulcânica importante, como no vale de Furnas, situado na ilha de São Miguel. O ponto mais alto fica na ilha do Pico e tem 2.352 metros de altitude. O clima dos Açores tem sido propício ao desenvolvimento da laurissilva, nome dado às florestas da Macaronésia, região do Atlântico formada pelos arquipélagos da Madeira, dos Açores, das Canárias e de Cabo Verde. Hoje ameaçadas, essas florestas foram declaradas Patrimônio da Humanidade pela UNESCO.

Entre as principais atividades econômicas dos Açores estão a produção leiteira e de queijos, a criação de gado bovino, ovino e caprino, e as indústrias pesqueira e de álcool, vinho e açúcar. Seu solo fértil permite o cultivo de trigo, milho, feijão, cana-de-açúcar, batata, laranja, beterraba, maracujá e abacaxi. O turismo também é muito importante para a economia da região.

O arquipélago era desabitado até a chegada do explorador português Gonçalo Velho, que em 1431 descobriu a primeira ilha, chamando-a de Santa Maria. No ano seguinte, os portugueses começaram a se estabelecer no arquipélago. Devido à sua localização geográfica, os Açores tornaram-se escala quase obrigatória para a rota de navios no oceano Atlântico, entre a Europa, a África, o Caribe e as Américas do Norte e do Sul. Recebeu o estatuto de região autônoma com a Constituição Portuguesa de 1976, tendo por isso governo próprio.