irmãos Lumière 

Photograph
Auguste Lumière.
Boyer—H. Roger-Viollet
Photograph
Louis Lumière.
Archives Photographiques, Paris/J.P. Ziolo
Projetos na Área de Pesquisa

Inventores franceses que estiveram entre os pioneiros na fabricação de equipamentos fotográficos, os irmãos Auguste e Louis Lumière criaram a primitiva câmera de filmar e um projetor chamado cinematógrafo, que deu origem à palavra cinema.

Inventores franceses que estiveram entre os pioneiros na fabricação de equipamentos fotográficos, os irmãos Auguste e Louis Lumière criaram a primitiva câmera de filmar e um projetor chamado cinematógrafo, que deu origem à palavra cinema.

Auguste-Marie Lumière nasceu na cidade francesa de Besançon, em 1862; seu irmão Louis-Jean Lumière, nascido na mesma cidade, era dois anos mais novo. Eram filhos de um pintor que se tornou fotógrafo. Foram alunos brilhantes na escola, na cidade de Lyon, onde o pai havia se estabelecido. Ambos se formaram em biologia. Louis procurava desenvolver um filme comercialmente viável; aos 18 anos estava se saindo tão bem que, com a ajuda financeira do pai, abriu uma fábrica de chapas fotográficas, que logo obteve sucesso.

Em 1894, Louis produzia praticamente 15 milhões de chapas por ano, e o pai, Antoine, foi convidado para uma apresentação do cinetoscópio de Thomas Edison, em Paris. De volta a Lyon, ele descreveu para os filhos o aparelho, que usava perfurações, e Auguste e Louis logo se puseram a trabalhar na técnica, que permitiria aliar a projeção à animação. Louis encontrou a solução, que foi patenteada em 1895. Embora na ocasião eles tivessem dado menos importância a essa descoberta do que às melhorias obtidas na fotografia, realizaram no dia 28 de dezembro de 1895 uma apresentação dos filmes que tinham obtido. O evento teve lugar no Grand Café do Boulevard des Capucines (em Paris), foi aclamado pelo público e é considerado a primeira apresentação pública de um filme de cinema.

Um dos curtos filmes (de apenas cinquenta segundos) exibidos por eles na primeira sessão de cinema da história apresenta a chegada de um trem a uma estação ferroviária. Conta-se que muitas das pessoas na plateia levantaram-se, assustadas, acreditando que um trem estava realmente entrando na sala da apresentação do novo invento. Outro dos filmes mostrava a saída de trabalhadores de uma fábrica.

A aparelhagem dos irmãos Lumière consistia de uma única câmera, usada para fotografar e projetar dezesseis quadros (imagens) por segundo.

Eles fizeram mais de quarenta filmes durante o ano de 1896, registrando cenas do cotidiano francês — um jogo de cartas, um bebê comendo, soldados marchando, atividades das ruas da cidade. Também realizaram o primeiro cinejornal, um filme sobre a Conferência da Sociedade Francesa de Fotografia, e os primeiros documentários: quatro filmes sobre o corpo de bombeiros de Lyon.

A partir de 1896, passaram a enviar uma equipe de profissionais criativos a diversas cidades do mundo, para recolher imagens e exibir seus filmes. Louis Lumière morreu em 1948 e Auguste, em 1954.