rio Paraguai 

Photograph
O rio Paraguai, perto de Assunção, capital do Paraguai.
Hubertus Kanus/Superstock
Projetos na Área de Pesquisa

O rio Paraguai é o quinto maior rio da América do Sul. Ele percorre terras do Brasil, da Bolívia, do Paraguai e da Argentina. Paraguai, na língua guarani, significa “grande rio”, ou “rio que dá nascimento ao mar”.

O rio Paraguai é o quinto maior rio da América do Sul. Ele percorre terras do Brasil, da Bolívia, do Paraguai e da Argentina. Paraguai, na língua guarani, significa “grande rio”, ou “rio que dá nascimento ao mar”.

Aspectos físicos

O curso do rio Paraguai é de 2.621 quilômetros. Sua bacia abrange 1.095.000 quilômetros quadrados, com uma gigantesca vazão média de 363.455 metros cúbicos de água por segundo.

Ele nasce no planalto de Mato Grosso, 300 metros acima do nível do mar. Corre para o sul, tornando-se lento e cheio de curvas, onde dá origem ao Pantanal Mato-Grossense — considerado um dos lugares mais belos do planeta — e ao Chaco, no Paraguai.

O rio atravessa, de norte a sul, o centro da nação paraguaia, dividindo o país em duas partes: o Paraguai ocidental, região seca e plana, pouco habitada, e o Paraguai oriental, onde há colinas cheias de árvores e pastagens planas. Ao lançar todas as suas águas no rio Paraná, o rio Paraguai também divide o rio Paraná em duas partes, a alta, chamada “brasileira”, e a baixa, “argentina”. Com sua grande vazão de água, o rio Paraguai torna o rio Paraná bem mais volumoso para formar o rio da Prata — que, por sua vez, se alarga enormemente ao atingir o oceano Atlântico, separando a Argentina e o Uruguai.

Economia

Como rio de planície, sem grandes cachoeiras nem muitos acidentes geográficos, o rio Paraguai permite navegar, transportar pessoas e cargas. Muitos navios viajam entre Buenos Aires e Assunção.

O rio Paraguai e seus afluentes permitem a irrigação e o cultivo das terras. Na nação paraguaia, as águas permitem a pesca, a criação de gado e a plantação de milho, algodão e outros meios de subsistência. Nesse país sem mar, a população concentra-se ao redor do rio Paraguai, cultivando o campo ou formando cidades.

História

Do rio Paraguai deriva o nome da nação paraguaia. Nela viviam os índios guaranis, entre os rios Paraguai e Paraná, antes da chegada dos conquistadores espanhóis. A princípio, os colonizadores europeus interessaram-se pelo Paraguai apenas como região de passagem. Partindo do oceano Atlântico, eles entravam pelo rio da Prata e, através do rio Paraguai e de outras vias fluviais secundárias, chegavam ao Peru. Às margens do rio Paraguai, em 1537, os conquistadores espanhóis criaram a cidade de Assunção, atual capital paraguaia.

Às margens do rio, a Guerra do Paraguai transformou-se em uma matança. Nela, morreram quase todos os negros argentinos e a população paraguaia foi reduzida a 280 mil mulheres e 10 mil homens.

Hoje há intensa atividade turística no Pantanal, que é uma região criada por este rio cheio de história.