Localizada na Europa central, a Áustria é um país pequeno e montanhoso. Sua capital é Viena. O país tem 8.508.000 habitantes (estimativa de 2014) e área de 83.879 km2.

Geografia

A Áustria faz fronteira com Suíça, Liechtenstein, Alemanha, República Tcheca, Eslováquia, Hungria, Itália e Eslovênia. Algumas das mais altas montanhas dos Alpes ficam no centro e no leste da Áustria. O monte Grossglockner é o ponto culminante, com 3.798 metros de altitude.

No norte e no leste do país existem terras planas. O vale do rio Danúbio constitui a planície setentrional. Muitos outros rios, como o Enns, o Inn e o Drava, correm por vales entre os Alpes. Eles formam diversas passagens através das montanhas, como o passo do Brenner, que liga Áustria e Itália.

O oeste da Áustria recebe mais chuvas e neve que o leste, onde faz menos frio. Em algumas regiões montanhosas, a neve dura o ano inteiro.

Flora e fauna

A Áustria é o país do centro da Europa com mais florestas. Faias, bétulas e carvalhos são as principais árvores que crescem nas áreas mais planas e quentes. Abetos, lariços e pinheiros ocorrem nas colinas e montanhas.

Entre os animais selvagens estão ursos, cervos, lebres, raposas, texugos, águias, falcões, corujas, garças, cisnes, cegonhas e abutres. Nos rios vivem trutas, lúcios, percas e carpas.

População

O alemão é o idioma oficial. Mais de 90 por cento da população é composta por austríacos. Há pequenas minorias de eslavos, turcos e húngaros, entre outros. A religião da maioria dos habitantes é o catolicismo. Cerca de dois terços da população é urbana, e a capital, Viena, é a maior cidade do país.

Economia

Serviços e manufaturas são os setores mais importantes da economia austríaca. O turismo e a atividade bancária constituem as principais áreas do setor de serviços. Os turistas procuram as estações de esqui, além de belas paisagens e eventos culturais. As indústrias fabricam máquinas, produtos alimentícios, metais e produtos químicos.

Entre os produtos naturais, destacam-se a lignita, o minério de ferro, o gás natural e a magnesita (usada para produzir magnésio). O país é um dos maiores produtores mundiais de magnesita natural.

A Áustria utiliza menos de metade do território para agricultura e pecuária. As maiores culturas são as de beterraba-açucareira, milho, trigo, cevada, batata, maçã, uva e centeio. Porcos, vacas e galinhas são as principais criações.

História

Romanos, germânicos, eslavos, húngaros e outros povos invadiram a Áustria ao longo da história. A Áustria fez parte do poderoso Império Austro-Húngaro, que controlava vastos territórios na Europa central e oriental. Após o colapso do império, em 1918, o país ficou reduzido à oitava parte de seu tamanho original.

Em 1938, o ditador alemão Adolf Hitler invadiu a Áustria, tornando-a parte da Alemanha. Em 1945, depois da derrota alemã na Segunda Guerra Mundial, o país foi dividido em quatro zonas, controladas por Estados Unidos, Grã-Bretanha, França e União Soviética. O governo austríaco ficou, assim, com poderes limitados.

Em 1955, ao se comprometer a ficar neutro em assuntos internacionais, o país recuperou a independência. Na década de 1970, a Áustria alcançou plena estabilidade política e econômica. Nos anos 1990, certos políticos passaram a culpar os imigrantes por problemas econômicos e pelo aumento da criminalidade. Existem, no entanto, correntes de opinião que se opõem a esse ponto de vista.

Translate this page

Choose a language from the menu above to view a computer-translated version of this page. Please note: Text within images is not translated, some features may not work properly after translation, and the translation may not accurately convey the intended meaning. Britannica does not review the converted text.

After translating an article, all tools except font up/font down will be disabled. To re-enable the tools or to convert back to English, click "view original" on the Google Translate toolbar.