Abu Bakr foi conselheiro do profeta Maomé, fundador do islamismo. Depois da morte do profeta, tornou-se o líder do mundo muçulmano. Ele é conhecido como o primeiro califa.

Abu Bakr nasceu em Meca (cidade que fica onde atualmente é a Arábia Saudita), que também foi a cidade natal de Maomé. Sua filha Aicha foi a terceira mulher do profeta.

Quando Maomé estava morrendo, pediu a Abu Bakr que coordenasse as práticas da oração e as peregrinações em seu lugar. O profeta tinha se tornado mais que líder religioso dos territórios muçulmanos; ele era também seu dirigente político. Com a morte de Maomé, no ano de 632, Abu Bakr governou como “califa”, palavra que significa “sucessor”. Os territórios muçulmanos passaram a ser chamados de califado.

Como califa, Abu Bakr lutou contra as tribos árabes que se rebelaram contra ele e logo elas se submeteram ao governo muçulmano. Em seguida, mandou exércitos para os territórios onde hoje ficam a Síria e o Iraque. Desse modo, iniciou uma série de conquistas que difundiram o islamismo para muito além da Arábia. Abu Bakr morreu em 634.

Translate this page

Choose a language from the menu above to view a computer-translated version of this page. Please note: Text within images is not translated, some features may not work properly after translation, and the translation may not accurately convey the intended meaning. Britannica does not review the converted text.

After translating an article, all tools except font up/font down will be disabled. To re-enable the tools or to convert back to English, click "view original" on the Google Translate toolbar.