Alexandre III, rei da Macedônia, ficou conhecido como Alexandre, o Grande. Em sua breve vida, conquistou quase todas as partes do mundo conhecido por seu povo.

Alexandre nasceu em 356 a.C., em Pela, a capital da Macedônia, um reino ao norte das cidades-estado da Grécia antiga. O filósofo grego Aristóteles foi seu professor. O principal interesse de Alexandre, no entanto, era a guerra. Em 338 a.C., Filipe II, pai de Alexandre, submeteu todas as cidades-estado gregas, menos Esparta, a seu governo. O jovem Alexandre participou da ação, comandando um destacamento do exército macedônio.

Em 336 a.C., Filipe II foi morto e Alexandre se tornou rei. Logo conquistou a lealdade de quase todos os estados gregos. Em 334 a.C., reuniu um grande exército e invadiu o império da Pérsia (atual Irã). Libertou do domínio persa as cidades estabelecidas pelos gregos na Ásia Menor (atual Turquia) e fez delas suas aliadas.

Em 333 a.C., Alexandre derrotou o rei Dario III da Pérsia, em Isso. Marchou então para o sul, ao longo da costa da Fenícia (atual Líbano). No fim de 332 a.C., Alexandre tomou o Egito dos persas, tornando-se faraó, título que se dava ao rei egípcio. Passou então a controlar todo o Mediterrâneo oriental. Perto do rio Nilo, fundou a cidade de Alexandria.

Em 331 a.C., Alexandre retornou à Ásia e novamente derrotou Dario. Foi então chamado rei da Ásia. Logo depois, conquistou a Babilônia, onde hoje é o Iraque, e Susa, a capital persa.

Muitos soldados queriam voltar para casa, mas em vez disso, comandados por Alexandre, continuaram a avançar pela Ásia. Em 327 a.C., atingiram a Índia. Lá, Alexandre travou sua última grande batalha. Derrotou os indianos e fundou duas cidades. A essa altura, seus soldados recusaram-se a prosseguir. Em 324 a.C., Alexandre voltou a Susa.

No ano seguinte, retornou à Babilônia. Enfraquecido pelas viagens e por tantas batalhas, morreu ali em decorrência de uma febre. O corpo de Alexandre foi levado para Alexandria, no Egito, e colocado em um caixão dourado. Com a morte de Alexandre, os generais dividiram o império que haviam conquistado sob a liderança dele.

Translate this page

Choose a language from the menu above to view a computer-translated version of this page. Please note: Text within images is not translated, some features may not work properly after translation, and the translation may not accurately convey the intended meaning. Britannica does not review the converted text.

After translating an article, all tools except font up/font down will be disabled. To re-enable the tools or to convert back to English, click "view original" on the Google Translate toolbar.