Américo Vespúcio foi um navegante da época dos descobrimentos. A América recebeu esse nome em sua homenagem, embora não tenha sido ele o primeiro europeu a chegar ao continente americano. Ele atravessou o oceano Atlântico anos depois de Cristóvão Colombo ter feito a sua primeira viagem de descoberta.

Américo Vespúcio nasceu em 1454, na cidade de Florença, na Itália. (Seu nome em italiano é Amerigo Vespucci.) Em 1491, foi viver na Espanha. Ali trabalhou para uma companhia que ajudava as pessoas a preparar navios para viagens. Nessa atividade, conheceu Colombo e ajudou-o a obter o que ele necessitava para a segunda e a terceira viagens.

Em 1499, o próprio Vespúcio levantou velas num navio espanhol. Nele, tinha a função de navegador, ou seja, a pessoa que encontrava o caminho certo no mar. Vespúcio explorou a costa norte da América do Sul e depois voltou para a Espanha. Em 1501, navegou novamente, dessa vez num navio de Portugal, e explorou a costa sudeste da América do Sul.

Quando voltou para a Europa, ele escreveu sobre as suas viagens. Ao contrário de Colombo, ele não achava que tinha estado na Ásia. Em vez disso, referiu-se aos lugares que tinha visto como um “Novo Mundo”.

Um cartógrafo alemão chamado Martin Waldseemüller leu os escritos de Vespúcio e em 1507 fez um mapa do mundo, no qual pôs na América do Sul o nome de “América” (o nome do navegante se escrevia “Americus” em latim). Mais tarde os cartógrafos usaram o nome “América” também para a América do Norte e para a América Central, embora Vespúcio nunca tivesse estado em nenhuma dessas duas partes do continente.

Depois de ter deixado de viajar, Américo Vespúcio foi trabalhar para o governo espanhol. Ajudou então a preparar o mapa oficial das terras recém-descobertas e das rotas marítimas para chegar a elas. Morreu em 1512, na Espanha.

Translate this page

Choose a language from the menu above to view a computer-translated version of this page. Please note: Text within images is not translated, some features may not work properly after translation, and the translation may not accurately convey the intended meaning. Britannica does not review the converted text.

After translating an article, all tools except font up/font down will be disabled. To re-enable the tools or to convert back to English, click "view original" on the Google Translate toolbar.