Assunção é a capital e a maior cidade do Paraguai, um país da América do Sul. A cidade fica a quase 1.600 quilômetros de distância do oceano Atlântico, para o qual tem saída através de uma rota fluvial pelos rios Paraguai, Paraná e da Prata. A rota mais curta para o oceano é por terra, até o porto de Paranaguá, no estado do Paraná, no Brasil.

Assunção é o centro econômico do Paraguai. A cidade tem um porto na margem leste do rio Paraguai. A capital processa e embarca a maior parte dos alimentos cultivados em todo o Paraguai, que é um país essencialmente agrícola. As principais indústrias são as de alimentos, bebidas e tabaco, bem como as de produtos químicos, de madeira, de tecidos e de couro. O governo emprega muitas pessoas em Assunção. Muita gente trabalha em atividades ligadas à saúde, ao turismo e ao comércio.

Os índios guaranis ocuparam a região centenas de anos atrás. No século XVI, os espanhóis se estabeleceram entre os guaranis e criaram uma colônia no local. Em 1537, deram o nome de Assunção à cidade. Até o século XVII, ela foi a mais importante cidade colonial espanhola na parte oriental da América do Sul. No ano de 1881, o Paraguai tornou-se independente da Espanha, e Assunção passou a ser sua capital. Ao fim da Guerra do Paraguai (1865-1870), o Brasil assumiu o controle da cidade, mas ela foi devolvida ao Paraguai cerca de dez anos depois.

A população de Assunção é de 526.400 habitantes, e em sua região metropolitana moram 2.183.100 pessoas (estimativas de 2015).

Translate this page

Choose a language from the menu above to view a computer-translated version of this page. Please note: Text within images is not translated, some features may not work properly after translation, and the translation may not accurately convey the intended meaning. Britannica does not review the converted text.

After translating an article, all tools except font up/font down will be disabled. To re-enable the tools or to convert back to English, click "view original" on the Google Translate toolbar.