O deserto de Atacama está localizado em uma região fria e árida no norte do Chile, país da América do Sul. É considerado o lugar mais seco da Terra. Este deserto recebe menos de 1 milímetro de chuva por ano. Em algumas partes do deserto não chove há centenas de anos.

O Atacama tem até 700 milhas de comprimento de norte a sul. Seus limites não estão exatamente determinados, mas está principalmente entre a curva sul do rio Loa e as montanhas que separam as bacias de drenagem do Salado-Copiapó. Para o norte, o deserto continua até à fronteira do Peru. O deserto é constituído principalmente de sal no sopé das montanhas costeiras, a oeste, e de leques aluviais, a leste. Está formado por uma linha de baixas montanhas costeiras, a oeste, e da cordilheira Domeyko, a leste, ao pé da cordilheira dos Andes. A cadeia costeira alcança os 1.500 metros de altitude, com picos de até 2.000 metros. Em boa parte da sua extensão as montanhas terminam abruptamente no mar.

As temperaturas no deserto são relativamente baixas em comparação com aquelas em latitudes semelhantes em outros lugares. A temperatura média no verão é de apenas 18°C a 19°C. A aridez do Atacama deve-se a que as nuvens que se formam no oceano Pacífico ficam sem umidade antes de chegarem ao deserto. Às vezes no deserto formam-se nevoeiros, também secos.

Os terraços marinhos e os vales fluviais dos rios Copiapó e Huasco são irrigados para o cultivo de frutas, azeitonas e alfafa. Desde o século XVIII, a mineração de ouro, prata, cobre e ferro tem sido a principal atividade no Atacama. Também, o deserto é uma fonte importante de abastecimento de nitrato de sódio (salitre) no mundo.

Os habitantes originais da região eram os atacameños, uma cultura extinta. Durante grande parte do século XIX, o deserto foi uma fonte de conflito entre o Chile, a Bolívia e o Peru. Após a guerra do Pacífico (1879-1883), o Chile tomou o controle permanente de áreas previamente controladas pelo Peru e a Bolívia.

A 5.000 metros de altura, está instalado no Atacama um conjunto de radiotelescópios conhecido como Alma (pela sigla em inglês para Atacama Large Millimeter Array). Este projeto astronômico é de parceria internacional. O complexo de 66 enormes antenas de alta precisão (16 já em operação) se convertirá no maior radiotelescópio do mundo. Quando todas as antenas estejam funcionando terá a capacidade de observar zonas do Universo ainda desconhecidas.

Translate this page

Choose a language from the menu above to view a computer-translated version of this page. Please note: Text within images is not translated, some features may not work properly after translation, and the translation may not accurately convey the intended meaning. Britannica does not review the converted text.

After translating an article, all tools except font up/font down will be disabled. To re-enable the tools or to convert back to English, click "view original" on the Google Translate toolbar.