Barack Obama foi o primeiro negro a ser eleito presidente dos Estados Unidos. Em 2008, ele derrotou o candidato do Partido Republicano, John McCain, e foi eleito o 44° presidente do país. Em 2012 Obama foi eleito para um segundo mandato.

Infância e juventude

Barack Hussein Obama II nasceu em 4 de agosto de 1961, em Honolulu, no Havaí. Seus pais se conheceram quando estudavam na Universidade do Havaí. Sua mãe, Ann Dunham, antropóloga, era branca, natural do estado do Kansas; seu pai, também chamado Barack Obama, era um economista negro do Quênia, um país da África. Seus pais se divorciaram quando o pequeno Barack tinha 2 anos de idade. O pai acabou voltando para o Quênia. Mais tarde, sua mãe se casou com um indonésio, e Barack viveu na Indonésia entre os 6 e os 10 anos de idade. Depois disso ele retornou ao Havaí e viveu com os avós maternos.

Educação e início da carreira

Obama formou-se em ciências políticas pela Universidade Columbia, em Nova York, em 1983. Em seguida, mudou-se para Chicago, onde trabalhou para um grupo que ajudava pessoas de baixa renda na zona sul da cidade. Três anos mais tarde, foi estudar na Faculdade Harvard de Direito, vindo a ocupar os cargos de editor e de presidente da Harvard Law Review, a importante revista editada pela escola. Diplomou-se com louvor em 1991 e então retornou a Chicago, para praticar o direito. Trabalhou com questões ligadas aos direitos civis e foi professor de direito constitucional na Universidade de Chicago.

Carreira política

Durante esse período, Obama tornou-se membro ativo do Partido Democrata. Em 1996, foi eleito para o legislativo de Illinois. Em 2004, ganhou as eleições para o Senado dos EUA, representando o estado de Illinois. Em pouco tempo Obama se tornou uma figura importante em seu partido.

Em 2007, ele decidiu candidatar-se à presidência dos Estados Unidos. Em agosto de 2008, Obama foi eleito candidato a presidente na convenção democrata (convenção é uma grande reunião política dentro de um partido para definir quem será o candidato). Obama escolheu o senador Joseph Biden para ser seu companheiro de chapa, como vice-presidente.

Campanha de 2008

Em sua primeira campanha presidencial, Obama procurou reunir pessoas de muitas origens diferentes em torno da proposta de melhorar a vida de todos no país. Duas questões foram muito debatidas: a Guerra do Iraque e a necessidade de tornar o atendimento médico acessível a todas as pessoas. Os Estados Unidos e outros países tinham invadido o Iraque em 2003, e Obama defendia o fim da guerra e a volta dos soldados norte-americanos para casa.

Na segunda metade de 2008, a economia dos EUA entrou em crise. Muitas pessoas enfrentaram problemas sérios. O desemprego atingiu milhares de famílias, e muitas empresas faliram. O governo do presidente George W. Bush ganhou cada vez mais opositores. Obama ofereceu aos eleitores a possibilidade de mudanças. Seu adversário, John McCain, estava ligado a Bush, porque ambos eram do Partido Republicano. Em 4 de novembro de 2008, os eleitores escolheram Barack Obama como presidente.

Nos Estados Unidos o voto não é obrigatório, e a eleição é indireta. São os delegados dos colégios eleitorais que definem quem será eleito. Cada delegado vota conforme a escolha da maioria dos eleitores de seu estado. Nas eleições de 2008, o número de pessoas que votaram bateu o recorde.

Presidência

Obama foi empossado como presidente no dia 20 de janeiro de 2009. Durante seus primeiros meses no cargo, ele trabalhou para mostrar ao mundo que os Estados Unidos iriam cooperar com outros países em questões importantes. Por esse esforço, ele venceu o Prêmio Nobel da Paz em 2009. Obama também anunciou que as forças de combate dos Estados Unidos se retirariam do Iraque até meados de 2010. Na política interna, ele supervisionou a aprovação de uma lei destinada a melhorar a economia, além de incentivar o Congresso a trabalhar pela reforma do sistema de saúde.

Em março de 2010 Obama assinou uma lei de atenção à saúde. Muitas pessoas aplaudiram a lei, que prometeu seguro de saúde para milhões de norte-americanos. No entanto, muitos outros se pronunciaram contra. Os republicanos e um novo movimento conservador chamado Tea Party foram especialmente críticos, pois achavam que o governo deveria se envolver menos nos assuntos relacionados à saúde. Eles também exigiram que o governo cortasse gastos.

Em agosto de 2010 as últimas tropas de combate norte-americanas deixaram o Iraque. No entanto, elas permaneceram ativas no Afeganistão. Em 1° de maio de 2011, Obama anunciou que as forças dos Estados Unidos tinham assassinado Osama bin Laden, o líder do grupo terrorista Al-Qaeda.

Obama nomeou duas juízas para a Suprema Corte: Sonia Sotomayor, em 2009, e Elena Kagan, em 2010. Sotomayor foi a primeira juíza hispânica a ser designada para a Suprema Corte.

Em maio de 2012, Obama lançou formalmente sua candidatura à reeleição. Seu adversário foi o republicano Mitt Romney, rico empresário e ex-governador do estado de Massachusetts. Durante o primeiro mandato de Obama, os Estados Unidos sofreram muitos problemas econômicos. O presidente tentou resolver essas questões através de diversos programas e medidas. A economia mostrou alguns sinais de recuperação, porém Romney acreditava que os esforços de Obama não haviam sido suficientes para melhorar a situação das empresas e da população. Em 6 de novembro de 2012, Obama foi reeleito para um segundo mandato como presidente.

Barack Obama é casado com Michelle Obama, com quem tem duas filhas. Escreveu vários livros sobre sua vida e suas ideias a respeito de questões importantes da atualidade. Dois de seus livros são A origem dos meus sonhos (1995) e A audácia da esperança (2006).

Translate this page

Choose a language from the menu above to view a computer-translated version of this page. Please note: Text within images is not translated, some features may not work properly after translation, and the translation may not accurately convey the intended meaning. Britannica does not review the converted text.

After translating an article, all tools except font up/font down will be disabled. To re-enable the tools or to convert back to English, click "view original" on the Google Translate toolbar.