Beowulf é um poema épico, de autor desconhecido, que representa um marco da literatura medieval (da Idade Média). Foi escrito na língua anglo-saxã (inglês antigo) com o emprego da aliteração (ou seja, de maneira que a primeira metade de cada verso seja ligada à segunda metade por sílabas de som semelhante).

O poema narra a história de Beowulf, herói de grande força da tribo dos gautas, relacionados aos godos, na Suécia. Começa quando ele viaja até a Dinamarca para livrar o reino de Hrothgar dos ataques de Grendel, criatura monstruosa. Após matar Grendel, Beowulf enfrenta a mãe dele e a mata com uma espada. Cinquenta anos depois, Boewulf, que nesse meio tempo se tornou rei de seu país, enfrenta e mata o dragão que ameaça o reino. O poema acaba com o funeral de Beowulf, que morre em consequência dos ferimentos que sofreu ao enfrentar o dragão.

Escrito por volta do ano 1000, o manuscrito de Beowulf ainda hoje é conservado na Biblioteca Britânica, em Londres, na Inglaterra. Apesar de a primeira tradução do poema para o inglês moderno ter sido feita apenas em meados do século XIX, Beowulf influenciou vários escritores através dos séculos, entre os quais J. R. R. Tolkien, autor da famosa saga O Senhor dos Anéis. Há uma tradução para o português publicada em 1992. As aventuras de Beowulf foram também adaptadas para o cinema. É bem conhecida a versão dirigida por Robert Zemeckis em 2007.

Translate this page

Choose a language from the menu above to view a computer-translated version of this page. Please note: Text within images is not translated, some features may not work properly after translation, and the translation may not accurately convey the intended meaning. Britannica does not review the converted text.

After translating an article, all tools except font up/font down will be disabled. To re-enable the tools or to convert back to English, click "view original" on the Google Translate toolbar.