Boston é a capital do estado americano de Massachusetts. A cidade fica numa enseada, onde o rio Charles desemboca no oceano Atlântico. Uma das cidades mais antigas dos Estados Unidos, Boston é um importante centro de educação, cultura, medicina e negócios da região chamada Nova Inglaterra.

Economia

Empresas de seguros, financeiras e empresas de informática são fundamentais na economia de Boston. A cidade tem muitos hospitais e universidades importantes. A Universidade Harvard fica na cidade vizinha de Cambridge e é a mais antiga dos Estados Unidos. Outras indústrias importantes de Boston incluem o processamento de alimentos, a produção editorial e a manufatura de eletrônicos.

História

Boston foi uma das primeiras cidades criadas por europeus na região que hoje constitui os Estados Unidos. Fundada por colonos ingleses em 1630, em pouco tempo tornou-se a capital da Colônia da Baía de Massachusetts. Sua ótima enseada natural fez dela uma cidade importante. Boston ganhou importância como centro de transportes marítimos, de cultura e de educação. Em 1684, a Inglaterra assumiu o controle da colônia.

Dois fatos importantes aconteceram em Boston nos anos que precederam a Guerra de Independência dos Estados Unidos. No Massacre de Boston, em 1770, tropas britânicas dispararam contra uma multidão revoltada. Na revolta conhecida como Boston Tea Party, em 1773, colonos despejaram no mar as cargas de chá de alguns navios britânicos, em protesto contra os impostos sobre esse produto que a Grã-Bretanha queria cobrar. Durante a guerra, tropas americanas tomaram o controle da cidade dos britânicos.

No século XIX, a população de Boston assumiu papel de liderança no movimento para abolir a escravidão nos Estados Unidos. Durante algum tempo, Boston foi um centro manufatureiro importante. No final do século XX e no início do XXI, as indústrias de alta tecnologia e de serviços se desenvolveram bastante na cidade.

A população de Boston soma 617.594 habitantes e na região metropolitana vivem 4.552.402 pessoas (censo de 2010).

Translate this page

Choose a language from the menu above to view a computer-translated version of this page. Please note: Text within images is not translated, some features may not work properly after translation, and the translation may not accurately convey the intended meaning. Britannica does not review the converted text.

After translating an article, all tools except font up/font down will be disabled. To re-enable the tools or to convert back to English, click "view original" on the Google Translate toolbar.