Buenos Aires é a capital da Argentina, um país da América do Sul. É uma das maiores cidades sul-americanas, um importante centro empresarial, político e cultural e também um dos mais importantes portos do mundo. Ela fica à beira do rio da Prata.

Paisagem urbana

Buenos Aires tem muitos parques e praças, dentre elas a Plaza de Mayo (Praça de Maio). A sede da Presidência da República e outros edifícios do governo ficam ao redor dessa praça.

A cidade tem intensa vida cultural, com muitos museus, teatros, bibliotecas e universidades. O Colón é um prestigioso teatro de ópera, além de ser a sede do balé e da orquestra sinfônica nacionais. Buenos Aires é conhecida como centro de dança e música popular. O tango nasceu lá, no final do século XIX.

Cafés, bares, restaurantes e casas de espetáculos movimentam a noite em Buenos Aires e atraem muitos turistas.

Economia

O porto de Buenos Aires é um dos maiores da América do Sul. Por ele entram produtos do mundo inteiro e saem outros que vão abastecer diversos países. Essa movimentação rende recursos importantes para a economia local. As indústrias e o setor de serviços também são fortes. Há montadoras de veículos, fábricas de processamento de alimentos, de metais e de derivados de petróleo, além de outras que produzem roupas, papel e preparados químicos. A produção gráfica e editorial e o sistema bancário também são importantes.

História

O assentamento permanente que mais tarde se tornou Buenos Aires foi fundado pelos espanhóis em 1580. A cidade cresceu ao longo dos duzentos anos seguintes. Em 1776, Buenos Aires tornou-se a capital do vice-reino do Rio da Prata, que conquistou a independência em 1816, com o nome de Províncias Unidas do Rio da Prata. A cidade cresceu rapidamente como centro comercial, principalmente em meados do século XIX, com a chegada de imigrantes europeus.

Até a metade do século XIX, as províncias argentinas eram desunidas. Depois que o país se unificou, com o nome de Argentina, Buenos Aires foi designada capital em 1880. Duas outras pequenas cidades, Belgrano e Flores, foram integradas a seu território, tornando-se bairros de Buenos Aires.

No século XX, foi grande o desenvolvimento industrial de Buenos Aires, acompanhado de grandes investimentos também em educação e infraestrutura urbana. Em 1913, a cidade ganhou seu metrô, o primeiro a ser construído em um país ibero-americano. No início do século XXI, Buenos Aires sofreu problemas econômicos. A população perdeu empregos e empobreceu, e a criminalidade cresceu. Nos últimos anos, a economia começou a crescer novamente.

Na Grande Buenos Aires vivem 13.528.000 habitantes (estimativa de 2011).

Translate this page

Choose a language from the menu above to view a computer-translated version of this page. Please note: Text within images is not translated, some features may not work properly after translation, and the translation may not accurately convey the intended meaning. Britannica does not review the converted text.

After translating an article, all tools except font up/font down will be disabled. To re-enable the tools or to convert back to English, click "view original" on the Google Translate toolbar.