O Burundi é um país da África central cuja capital é Bujumbura. O país tem 10.813.000 habitantes (estimativa de 2015) e área de 27.834 km2.

O Burundi faz fronteira com Ruanda, a Tanzânia e a República Democrática do Congo. O clima é tropical, mas as altas montanhas mantêm as temperaturas amenas. Há estações secas e chuvosas ao longo do ano.

As encostas das montanhas são cobertas por árvores, enquanto nas áreas mais baixas predominam pastagens. A vida selvagem conta com leões, leopardos, hipopótamos, crocodilos, búfalos, javalis africanos, babuínos e antílopes.

Mais de 80 por cento da população faz parte do povo hutu. Apenas cerca de 15 por cento são tútsis, mas eles tradicionalmente controlam o governo e o exército. As línguas oficiais burundienses são o rundi e o francês. O cristianismo é a religião principal. Mais de 90 por cento do povo vive em pequenas cidades e aldeias.

O povo do Burundi vive principalmente da agricultura, que tem no café e no chá importantes produtos de exportação. Os agricultores também cultivam banana, batata-doce, mandioca, feijão, cana-de-açúcar e milho. Um número pequeno de fábricas produz bebidas, óleo de cozinha, açúcar, cigarros e mantas. O Burundi tem algumas reservas de pedras preciosas e ouro.

O primeiro povo que habitou o atual Burundi foi provavelmente o dos pigmeus tuás. Os hutus devem ter se estabelecido na região no século XI. Trezentos ou quatrocentos anos depois, vieram os tútsis. Os reis tútsis então assumiram o controle da região.

No início do século XX, primeiro a Alemanha e depois a Bélgica dominaram a região. Em 1962, parte do território tornou-se a monarquia independente do Burundi.

Logo um conflito explodiu entre os tútsis e hutus do país. A violência durou décadas. Em 1993, elegeu-se o primeiro presidente hutu, mas ele foi morto meses depois. O assassinato fez o país mergulhar em uma guerra civil que matou milhares de pessoas. Em 2003, o governo do Burundi e os líderes rebeldes assinaram acordos de paz que, em grande parte, puseram fim à guerra civil. Uma nova constituição, permitindo que hutus e tútsis compartilhassem o poder, entrou em vigor em 2005.

Translate this page

Choose a language from the menu above to view a computer-translated version of this page. Please note: Text within images is not translated, some features may not work properly after translation, and the translation may not accurately convey the intended meaning. Britannica does not review the converted text.

After translating an article, all tools except font up/font down will be disabled. To re-enable the tools or to convert back to English, click "view original" on the Google Translate toolbar.