Chicago, no estado de Illinois, é a terceira maior cidade dos Estados Unidos. Apenas Nova York e Los Angeles têm mais habitantes que ela. Está situada na região centro-oeste do país, à margem do lago Michigan, um dos cinco que compõem os Grandes Lagos. Praias e parques margeiam a longa costa do lago. Chicago é um centro financeiro e de negócios, com atividades importantes também nas áreas de indústria, cultura e educação.

Cultura

As artes são parte significativa da vida na cidade, onde há muitos museus e companhias teatrais. A Orquestra Sinfônica de Chicago e o Instituto de Artes de Chicago são mundialmente famosos. Concertos ao ar livre, como festivais de blues e jazz, são realizados no Grant Park e no Millennium Park.

Os esportes são também muito valorizados na cidade. São grandes as torcidas para as equipes locais: o Cubs e o White Sox (beisebol), os Bulls (basquete), os Blackhawks (hóquei) e os Bears (futebol americano).

Economia

A economia de Chicago baseia-se em muitas atividades e serviços diferentes. Muita gente na cidade trabalha em órgãos do governo, em bancos, comércio ou turismo. As principais indústrias são de processamento de alimentos, editoras, fabricação de artigos de papel, produtos eletrônicos e químicos.

História

A região onde hoje está Chicago foi, desde o início, habitada por nativos americanos. Um comerciante negro chamado Jean-Baptiste-Point du Sable se estabeleceu na área na década de 1770. Mais tarde, ali foi construído um forte e um povoado cresceu em redor.

Chicago teve grande desenvolvimento no século XIX. A população cresceu e as atividades econômicas se expandiram. A localização da cidade, à margem do lago Michigan, contribuiu para que se tornasse um centro de comércio e transporte entre o leste e o oeste do país.

Em 1871, um incêndio destruiu cerca de um terço da cidade, mas ela foi rapidamente reconstruída. Em 1893, Chicago hospedou uma grande feira, chamada Exposição Columbiana Mundial. Os modernos arranha-céus nasceram em Chicago. A cidade possui alguns dos mais altos edifícios do mundo, como a Willis Tower (chamada antigamente Sears Tower, mede 442 metros de altura) e o Edifício John Hancock, que tem 100 andares e mede 344 metros de altura.

Na década de 1920, Chicago ficou marcada pela atuação de gangues de mafiosos, sendo o mais famoso deles Al Capone. Mas essa foi também a época do fortalecimento das indústrias, que atraiu trabalhadores negros do sul do país. Estes, por sua vez, tiveram grande impacto cultural na vida da cidade, transformando-a em um centro de jazz.

No século XX, muitos residentes de Chicago mudaram-se para os subúrbios. Desde a década de 1990, projetos de novos edifícios trouxeram nova vida à metrópole. Chicago tem 2.695.598 habitantes (censo de 2010).

Translate this page

Choose a language from the menu above to view a computer-translated version of this page. Please note: Text within images is not translated, some features may not work properly after translation, and the translation may not accurately convey the intended meaning. Britannica does not review the converted text.

After translating an article, all tools except font up/font down will be disabled. To re-enable the tools or to convert back to English, click "view original" on the Google Translate toolbar.