O povo nativo americano Coeur d’Alene vivia tradicionalmente onde ficam atualmente o norte do estado de Idaho e o leste do estado de Washington, nos Estados Unidos. Seu nome foi dado por comerciantes franceses, mas os índios chamam a si mesmos de Schitsu’umsh, que significa “o povo descoberto”.

A maior parte do ano, os indígenas viviam em aldeias, em casas cônicas permanentes, cobertas com cascas de árvore e esteiras. Tiravam seu alimento da pesca de salmão, da caça de animais e da coleta de plantas silvestres.

No século XVIII, o povo Coeur d’Alene obteve cavalos pela primeira vez. Montados, os homens começaram a fazer viagens às planícies do oeste, onde caçavam bisões (búfalos) e comerciavam com tribos indígenas.

O povo Coeur d’Alene não queria que comerciantes entrassem em suas terras. No entanto, negociava peles em troca de ferramentas de metal, armas e outras mercadorias manufaturadas.

Como muitas outras tribos nativas americanas, a Coeur d’Alene sofreu com as doenças trazidas por colonizadores europeus. Epidemias de varíola mataram muitas pessoas na primeira metade do século XIX.

Em meados do século XIX, o povo Coeur d’Alene tentou resistir aos colonizadores que queriam tomar seu território. Em 1858, uma força de mil guerreiros das tribos Coeur d’Alene, spokane e palouse travaram uma breve e malsucedida guerra contra as tropas dos Estados Unidos. Após essa derrota dos índios, o governo americano transferiu a Coeur d’Alene para uma reserva no local onde fica atualmente o estado de Idaho. No fim do século XX, cerca de 1.500 índios da tribo Coeur d’Alene viviam nos Estados Unidos.

Translate this page

Choose a language from the menu above to view a computer-translated version of this page. Please note: Text within images is not translated, some features may not work properly after translation, and the translation may not accurately convey the intended meaning. Britannica does not review the converted text.

After translating an article, all tools except font up/font down will be disabled. To re-enable the tools or to convert back to English, click "view original" on the Google Translate toolbar.