A Croácia fazia parte da Iugoslávia e tornou-se um país independente em 1991. Após vários anos de guerra, a paz voltou ao país no final dos anos 1990. A capital croata é Zagreb. O país tem 4.240.000 habitantes (estimativa de 2014) e sua área é de 56.594 km2.

Geografia

A República da Croácia fica na península dos Bálcãs, no sul da Europa. O mar Adriático, ao sudoeste, separa a Itália da Croácia, que faz fronteira também com a Eslovênia, a Hungria, a Sérvia, a Bósnia e Herzegovina e Montenegro.

Ao longo da costa do Adriático ficam a região da Dalmácia e a península da Ístria. Mais de mil pequenas ilhas fazem parte desse litoral. Os cumes dos Alpes Dináricos despontam nas regiões ocidentais do país. No norte fica a planície Panônia, onde se encontra a maioria das propriedades rurais. Os rios Sava e Drava são os dois maiores do país.

Florestas de faias, abetos e outras árvores cobrem quase um terço da Croácia. A vida selvagem inclui ursos, cervos, javalis e linces.

População

Mais da metade da população da Croácia vive nas cidades. Os croatas, um povo eslavo, correspondem a 90 por cento da população. A maioria segue a religião católica e fala a língua croata. Os sérvios são menos de 5 por cento da população. A maioria deles segue o cristianismo ortodoxo e fala o idioma sérvio. Existem grupos menores de bósnios (muçulmanos), italianos, húngaros e outras nacionalidades. A guerra civil da década de 1990 obrigou muitas minorias étnicas a deixar a Croácia.

Economia

A mineração e a manufatura são as indústrias mais importantes da economia croata. Os recursos naturais do país incluem o petróleo e a gipsita, um mineral. As indústrias fabricam produtos alimentares, equipamentos para transportes, máquinas elétricas, roupas, produtos químicos e metais. A construção naval é fonte de emprego ao longo do litoral.

Os serviços — educação, assistência à saúde e instituições financeiras, por exemplo — também são importantes para a economia. O turismo é uma indústria em crescimento.

Os agricultores plantam milho, beterraba, batata, trigo e uva, com a qual produzem vinho. As criações incluem porcos, ovelhas e gado bovino, principalmente nas zonas montanhosas. Ao longo da costa, a pesca oferece alimento e trabalho.

História

A área que atualmente é a Croácia antigamente fazia parte do Império Romano. Provavelmente os croatas começaram a se fixar na região no século VI. No século X, a Croácia tornou-se um reino independente, mas em 1091 foi conquistada pela Hungria. Durante a maior parte dos oito séculos seguintes, integrou a Hungria e, mais tarde, o Império Austro-Húngaro. Depois que a Primeira Guerra Mundial destruiu esse império, no início do século XX, a Croácia tornou-se independente.

Criação da Iugoslávia

Logo depois de sua independência, os croatas se uniram aos sérvios e aos eslovenos e constituíram o Reino dos Sérvios, Croatas e Eslovenos. A nova nação reunia os territórios da Sérvia, da Croácia, da Eslovênia, da Macedônia, da Bósnia e Herzegovina e de Montenegro. Em 1929, o país foi rebatizado com o nome de Reino da Iugoslávia. Após a Segunda Guerra Mundial, os comunistas tomaram o controle do país e passaram a chamá-lo de República Federal Popular da Iugoslávia.

Guerra civil

Com o fim do comunismo no país, no final dos anos 1980, as antigas tensões entre as nações da Iugoslávia vieram novamente à tona. Em 1991, a Croácia declarou sua independência da Iugoslávia, que era dominada pela Sérvia. Soldados iugoslavos invadiram a Croácia para tentar impedir que se separasse. Algumas das outras repúblicas iugoslavas também declararam sua independência, e os combates se espalharam por toda a região. À medida que a Iugoslávia ia se desmembrando, sérvios, croatas e muçulmanos continuavam lutando. Em 1995, líderes da Croácia, da Sérvia e da Bósnia e Herzegóvina finalmente assinaram um acordo de paz. A Croácia começou a se reconstruir como país independente e democrático.

Translate this page

Choose a language from the menu above to view a computer-translated version of this page. Please note: Text within images is not translated, some features may not work properly after translation, and the translation may not accurately convey the intended meaning. Britannica does not review the converted text.

After translating an article, all tools except font up/font down will be disabled. To re-enable the tools or to convert back to English, click "view original" on the Google Translate toolbar.