Cuiabá é a capital do estado de Mato Grosso, no oeste da região Centro-Oeste do Brasil. Não há acordo entre quem tenta explicar o significado do nome da cidade, mas sem dúvida se trata de uma expressão de origem indígena.

Geografia

Cuiabá está localizada na margem esquerda do rio Cuiabá, em um planalto a 200 metros de altitude. Esse platô tem suave queda para o sul, até a planície do Pantanal. O centro geodésico (ponto geográfico central) da América do Sul se encontra no território de Mato Grosso, tendo sido determinado em 1909.

Locais de interesse

O centro da cidade de Cuiabá, com casas e sobrados da época colonial, foi tombado pelo Patrimônio Histórico Nacional.

A culinária local é bem típica. A ênfase é nos peixes de rio, preparados de diferentes maneiras e acompanhados de farinha de mandioca, abóbora, banana e pirão.

O artesanato e o folclore são cultivados e valorizados como expressões culturais. Nas festas religiosas há apresentações da dança do cururu cuiabano e do siriri. Nos bailes, toca-se o rasqueado cuiabano.

Economia

O comércio e a indústria são os pontos fortes da economia de Cuiabá. O setor industrial é representado, em especial, pela agroindústria. O distrito industrial da cidade possui boa infraestrutura.

A Usina Termelétrica de Cuiabá, próxima ao distrito industrial, faz da cidade a responsável pela geração de boa parte da energia consumida por Mato Grosso.

História

A região onde hoje fica Cuiabá era originalmente habitada pelos índios coxiponés. Bandeirantes paulistas foram as primeiras pessoas de fora a chegar à área, entre 1673 e 1682. Em 1718, houve nova bandeira para a região, com o objetivo de capturar índios para escravizar. Pascoal Moreira Cabral e Miguel Sutil chefiavam a expedição. Os índios resistiram à captura, vencendo a batalha. Na retirada, os bandeirantes encontraram ouro e acabaram se estabelecendo no local, sem tentar novamente escravizar os índios. Em 1719, Cabral e Sutil fundaram ali o arraial de Cuiabá.

As lavras do Sutil eram a maior concentração de ouro até então descoberta no Brasil. As minas atraíram gente, gerando outras atividades no local. Em 1727, Cuiabá foi elevada à categoria de vila, com o nome de Vila Real do Senhor Bom Jesus de Cuiabá.

Em 1818, a vila foi elevada à condição de cidade, por meio de carta-régia assinada por dom João VI. Em 1835, já no Império, com 7 mil habitantes, tornou-se capital da província de Mato Grosso.

Em 1867, uma epidemia de varíola assolou a cidade, matando aproximadamente metade de sua população, então estimada em cerca de 12 mil habitantes. A doença foi espalhada principalmente por soldados que tinham lutado na Guerra do Paraguai, combatendo as tropas do líder paraguaio Solano López, que havia invadido o Mato Grosso em 1864.

Após o fim da Guerra do Paraguai, quando foi possível retomar a navegação pelos rios Paraguai, Cuiabá e Paraná, a cidade viveu um curto período de desenvolvimento urbano. Sua economia era baseada na cana-de-açúcar e no extrativismo. Na década de 1940, após a construção de rodovias que a ligavam a São Paulo e a Goiás e com a introdução da aviação comercial no Brasil, Cuiabá se integrou ainda mais ao restante do país. A transferência da capital federal para Brasília, no início da década de 1960, repercutiu de forma favorável na cidade.

Na década de 1970, o governo brasileiro iniciou um programa de povoamento do interior do país, com vantagens econômicas para os interessados. Com isso, em cinco anos a população de Cuiabá passou de 83 mil (1970) para 127 mil pessoas (1975). Atualmente, a cidade tem 551.350 habitantes (censo de 2010).

Translate this page

Choose a language from the menu above to view a computer-translated version of this page. Please note: Text within images is not translated, some features may not work properly after translation, and the translation may not accurately convey the intended meaning. Britannica does not review the converted text.

After translating an article, all tools except font up/font down will be disabled. To re-enable the tools or to convert back to English, click "view original" on the Google Translate toolbar.