Maradona foi um jogador de futebol argentino. Considerado um dos maiores craques de todos os tempos, desafia a preferência pelo brasileiro Pelé no coração dos apreciadores do futebol-arte.

Jogou quatro Copas do Mundo (1982, 1986, 1990 e 1994), encantando todo o planeta com jogadas que mesclavam talento e malícia. Fez gols que, de tão bonitos, entraram para a história do futebol. Um deles, entretanto, é lembrado não pela beleza, mas pela astúcia. Em um jogo contra a Inglaterra, na Copa do Mundo no México, em 1986, fez um gol com a mão. O juiz e os bandeirinhas não notaram o gol, que foi validado apesar dos protestos da seleção inglesa e resultou na vitória da Argentina por 2 a 1.

Diego Armando Maradona nasceu em Lanús, na Argentina, no dia 30 de outubro de 1960. Estreou como profissional em 1976, quando tinha apenas 15 anos, no time Argentinos Juniors, de Buenos Aires. Três anos depois, já comemorava o seu primeiro título como campeão mundial na categoria Sub-20.

Como tantos outros craques do futebol, destacou-se em seu país (no clube Boca Juniors) e foi jogar no exterior. Depois de uma passagem pelo clube Barcelona, da Espanha, atuou no clube Napoli, da Itália, onde permaneceu de 1984 a 1991.

A carreira de Maradona começou a declinar quando ele foi proibido de jogar futebol por 15 meses pelo uso de drogas em 1991. A partir daí, foi penalizado pelo uso de drogas em duas outras ocasiões, a última delas pelo consumo de uma substância estimulante chamada efedrina, na Copa do Mundo dos Estados Unidos, em 1994. Ele foi expulso da competição e teve que voltar à Argentina

Maradona continuou a jogar futebol na Espanha e na Argentina antes de se aposentar em 1997. O envolvimento com substâncias proibidas e o forçado afastamento dos campos acabaram por transformar Maradona num homem muito diferente do atleta talentoso de outros tempos. Ele passou por momentos difíceis e internou-se em clínicas de reabilitação em busca de ajuda.

De 2008 a 2010, o craque assumiu o comando da seleção argentina sem muito sucesso. Em 2011, ele foi contratado para treinar o clube Al Wasl, dos Emirados Árabes Unidos.

Translate this page

Choose a language from the menu above to view a computer-translated version of this page. Please note: Text within images is not translated, some features may not work properly after translation, and the translation may not accurately convey the intended meaning. Britannica does not review the converted text.

After translating an article, all tools except font up/font down will be disabled. To re-enable the tools or to convert back to English, click "view original" on the Google Translate toolbar.