O artista plástico mexicano Diego Rivera é conhecido por criar grandes murais, ou pinturas em paredes. Em seus murais, ele representava cenas da história mexicana que falavam da cultura do país, da produção no campo e na indústria, das guerras e da política. Suas pinturas têm cores vivas e uma profusão de pessoas e símbolos.

Rivera nasceu no dia 8 de dezembro de 1886, em Guanajuato, no México. Aos 10 anos ganhou uma bolsa de estudos para fazer o curso de arte na Cidade do México. Em 1907, ganhou outra bolsa que lhe permitiu viajar para a Europa. Estudou arte na Espanha e depois se instalou em Paris, na França.

Em Paris, Rivera começou a pintar num estilo chamado cubismo. Nesse estilo, o tema é fragmentado em formas básicas, como quadrados, triângulos e círculos. Por volta de 1917, seu estilo mudou: ele começou a usar formas simples e audaciosas áreas de cor.

Em 1921, Rivera voltou para o México. Ele e o pintor mexicano David Alfaro Siqueiros esperavam criar especialmente para o México um novo tipo de arte, pintando murais em prédios onde todos os pudessem ver. Os murais contariam as histórias do povo mexicano.

Rivera completou seu primeiro mural importante em 1923. Logo foi contratado para pintar outros em vários prédios públicos do México. Entre 1930 e 1934, ele pintou murais nos Estados Unidos. Morreu no dia 25 de novembro de 1957, na Cidade do México. Rivera esteve casado com a famosa pintora mexicana Frida Kahlo.

Translate this page

Choose a language from the menu above to view a computer-translated version of this page. Please note: Text within images is not translated, some features may not work properly after translation, and the translation may not accurately convey the intended meaning. Britannica does not review the converted text.

After translating an article, all tools except font up/font down will be disabled. To re-enable the tools or to convert back to English, click "view original" on the Google Translate toolbar.