Aos 25 anos, Elizabeth II tornou-se rainha do Reino Unido da Grã-Bretanha e da Irlanda do Norte. Ela subiu ao trono após a morte de seu pai, o rei Jorge VI, em 1952.

Elizabeth Alexandra Mary nasceu em Londres, na Inglaterra, em 21 de abril de 1926. Seu pai era o segundo filho do rei Jorge V, que morreu em 1936. O filho primogênito de Jorge V reinou como Eduardo VIII por um curto período antes de renunciar ao trono, para a surpresa do mundo inteiro. O pai de Elizabeth sucedeu ao irmão como rei Jorge VI. Por isso, Elizabeth, então com dez anos, tornou-se sucessora do trono. A jovem princesa começou a ser preparada para suas futuras obrigações. Estudou também história, idiomas e música.

Elizabeth casou-se com Philip Mountbatten em 1947. Antes do casamento, ele recebeu alguns títulos, como o de duque de Edimburgo. O primeiro filho do casal, o príncipe Charles, nasceu em 1948. Os demais filhos são a princesa Anne, nascida em 1950, o príncipe Andrew, nascido em 1960, e o príncipe Edward, nascido em 1964. O sobrenome da família é Windsor.

Em 6 de fevereiro de 1952, o rei Jorge VI morreu. Elizabeth tornou-se então a rainha Elizabeth II. Sua coroação aconteceu em 2 de junho de 1953.

Como rainha, Elizabeth não dirige o governo britânico; essa função é do primeiro-ministro. Em vez disso, ela representa seu país em cerimônias e eventos públicos nacionais e internacionais.

Translate this page

Choose a language from the menu above to view a computer-translated version of this page. Please note: Text within images is not translated, some features may not work properly after translation, and the translation may not accurately convey the intended meaning. Britannica does not review the converted text.

After translating an article, all tools except font up/font down will be disabled. To re-enable the tools or to convert back to English, click "view original" on the Google Translate toolbar.