Gêngis Khan foi um conquistador que reuniu os povos nômades da Ásia central numa única nação. Ele concentrou seus domínios na Mongólia, onde nasceu. A partir dali conduziu seus exércitos. Eles construíram um império imenso. Também mataram muita gente e destruíram muitas cidades.

Gêngis Khan nasceu por volta de 1162, no norte da Mongólia. Seu nome era Temujin. Naquela época, na Mongólia viviam povos aparentados, mas separados, chamados mongóis. Seu pai era o chefe de um grupo mongol. Quando Temujin tinha 9 anos de idade, seu pai foi morto por inimigos de outro grupo mongol, os tártaros. Temujin tornou-se então o chefe. Embora fosse jovem, conquistou muitos seguidores.

Aos poucos, formou um grande exército com seus seguidores e usou-o para conquistar grupos vizinhos, inclusive os tártaros. Então, unificou esses grupos numa única nação mongol. Em 1206, o povo denominou-o Gêngis Khan, que significa “governante universal”.

Partiu, então, para conquistar outras terras. Primeiro invadiu o norte da China. Em menos de dez anos, ele e seus generais dominaram a maior parte do país. Em seguida, conquistou os territórios atualmente ocupados pelo Turcomenistão e pelo Uzbequistão. Seus generais atacaram de surpresa o Irã e a Rússia.

Gêngis Khan começou sua última batalha contra a China em 1226. Morreu no ano seguinte, em 18 de agosto de 1227. Os mongóis controlavam então o território que vai do mar da China até a parte europeia da Rússia. Os filhos e os netos de Gêngis Khan expandiram ainda mais o Império Mongol.

Translate this page

Choose a language from the menu above to view a computer-translated version of this page. Please note: Text within images is not translated, some features may not work properly after translation, and the translation may not accurately convey the intended meaning. Britannica does not review the converted text.

After translating an article, all tools except font up/font down will be disabled. To re-enable the tools or to convert back to English, click "view original" on the Google Translate toolbar.