Conhecido por suas formas e cores fantásticas, o Grand Canyon é uma das paisagens mais espetaculares dos Estados Unidos. O extenso cânion foi esculpido em suas muitas camadas de pedra pelas águas barrentas do rio Colorado. Ele se estende por 466 quilômetros através do noroeste do estado do Arizona, variando de 200 metros a 29 quilômetros de largura. Em alguns lugares, tem mais de 1,5 quilômetro de profundidade.

Algumas das rochas do Grand Canyon têm 4 bilhões de anos. O rio Colorado começou a corroer, ou desgastar, as pedras há cerca de 6 milhões de anos. O vento e a chuva ajudaram nesse processo, chamado erosão. Algumas das torres de pedra que sobem das profundezas do cânion parecem castelos e templos. O cânion é principalmente vermelho, mas várias camadas de pedra são marrons, roxas, verdes, cor-de-rosa e cinza.

Salgueiros e álamos crescem no fundo do cânion, onde há bastante água. Há florestas magníficas de pinheiros, abetos e faias na extremidade norte do cânion. Os cactos são comuns nas áreas mais secas. A vida selvagem inclui coiotes, raposas, veados, texugos, pumas, linces, coelhos e esquilos.

O Parque Nacional do Grand Canyon foi fundado em 1919 e ampliado em 1975. Uma estrada asfaltada liga os extremos norte e sul do cânion. Passeios sobre burros de carga e a prática da canoagem no rio são maneiras populares de explorar a região. O Grand Canyon faz parte da lista de Patrimônios da Humanidade da UNESCO desde 1979.

Translate this page

Choose a language from the menu above to view a computer-translated version of this page. Please note: Text within images is not translated, some features may not work properly after translation, and the translation may not accurately convey the intended meaning. Britannica does not review the converted text.

After translating an article, all tools except font up/font down will be disabled. To re-enable the tools or to convert back to English, click "view original" on the Google Translate toolbar.