A Coreia do Norte e a Coreia do Sul travaram a Guerra da Coreia de junho de 1950 a julho de 1953. Outros países, principalmente os Estados Unidos, a União Soviética e a China, também se envolveram no conflito. Foi a primeira batalha importante a envolver o comunismo, já no contexto da Guerra Fria.

Antecedentes

O Japão dominou a Coreia de 1910 até o fim da Segunda Guerra Mundial (1939-1945). Em 1945, a União Soviética conquistou o norte da Coreia, enquanto os Estados Unidos tomaram o sul. O paralelo 38 de latitude Norte (38° Norte) era a linha divisória entre as duas partes.

As Nações Unidas queriam reunificar o país rapidamente. Todavia, os soviéticos recusaram-se a permitir que o povo do setor controlado por eles votasse num novo governo. Em 1948, o país foi oficialmente dividido em Coreia do Norte e Coreia do Sul.

Começa a guerra

Em 25 de junho de 1950, os norte-coreanos, apoiados pelos soviéticos, avançaram ao sul, atravessando o paralelo 38. Isso deu início à Guerra da Coreia.

As Nações Unidas convocaram seus membros para ajudar a Coreia do Sul. Os Estados Unidos e outros quinze países enviaram tropas. Enquanto isso, o exército da Coreia do Norte expulsava os sul-coreanos e as primeiras forças americanas para a extremidade sudeste da península da Coreia. Chegaram então novas tropas americanas. Em 1° de outubro de 1950, os norte-coreanos haviam recuado para o norte do paralelo 38.

Os chineses se unem à batalha

O avanço da Coreia do Sul e de seus aliados para o norte provocou a China, país comunista que faz fronteira com a Coreia do Norte. Em 25 de novembro de 1950, tropas chinesas entraram na guerra. Em 15 de dezembro, elas tinham feito os aliados recuar para o sul do paralelo 38.

Em 31 de dezembro de 1950, os chineses e os norte-coreanos começaram uma segunda invasão da Coreia do Sul. Todavia, o ataque logo enfraqueceu. Em junho de 1951, a linha de batalha concentrava-se ao norte do paralelo 38.

Daí em diante, nenhum dos lados ganhou nem perdeu terreno. As conversações de paz começaram em julho de 1951. Finalmente, em 27 de julho de 1953, ambos os lados assinaram um acordo. A fronteira entre a Coreia do Norte e a Coreia do Sul foi fixada bem próximo à linha de batalha de junho de 1951.

Resultados

A Guerra da Coreia matou cerca de 1,3 milhão de sul-coreanos, 1 milhão de chineses, 500 mil norte-coreanos e 37 mil americanos. A Coreia entrou no século XXI ainda dividida.

Translate this page

Choose a language from the menu above to view a computer-translated version of this page. Please note: Text within images is not translated, some features may not work properly after translation, and the translation may not accurately convey the intended meaning. Britannica does not review the converted text.

After translating an article, all tools except font up/font down will be disabled. To re-enable the tools or to convert back to English, click "view original" on the Google Translate toolbar.