Localizada na costa nordeste da América do Sul, a Guiana Francesa é um departamento ultramarino (um tipo de província) da França. Caiena é a capital e a maior cidade do território, que tem 257.000 habitantes (estimativa de 2016) e área de 83.534 km2.

Geografia

Situada próximo à linha do equador, a Guiana Francesa faz fronteira com o Brasil e o Suriname. O oceano Atlântico fica ao norte. A cerca de 16 quilômetros da costa, na ilha do Diabo, existiu uma colônia penal de trabalhos forçados que abrigava prisioneiros políticos da França e espiões de guerra.

Em geral, o terreno da Guiana Francesa é de baixa altitude. Os montes Tumucumaque, no sul, chegam a atingir 700 metros de altura. O clima é quente e úmido.

Flora e fauna

Florestas tropicais cobrem boa parte da Guiana Francesa. A fauna inclui antas, jaguatiricas, bichos-preguiça, tamanduás, tatus, macacos, papagaios e araras.

População

Os mulatos formam o maior grupo étnico da Guiana Francesa, e há minorias formadas por franceses, haitianos, surinameses, antilhanos, chineses, brasileiros, indianos e outros. O idioma oficial é o francês, mas os diferentes grupos também falam suas próprias línguas. A religião católica predomina. A população da Guiana Francesa é pequena em comparação com o tamanho do território. A maioria dos habitantes vive em áreas urbanas ao longo da costa.

Economia

Grande parte da economia da Guiana Francesa depende da base de lançamento de foguetes do Centro Espacial de Kourou, usado pelo Programa Ariane, da Agência Espacial Europeia. A maioria das pessoas trabalha no governo ou no setor de serviços, nas áreas de saúde, bancária e de turismo. Há também produção de ouro, de artigos de madeira, de rum, de arroz, de carne e de camarão.

História

Os habitantes originais da Guiana Francesa eram índios caraíbas (ou caribes) e aruaques. No século XVII, negociantes franceses se instalaram na região. Posteriormente, os franceses trouxeram escravos africanos para trabalhar nas plantações de cana-de-açúcar. Em 1809, os portugueses ocuparam o território, anexando-o ao reino que tinham formado com o Brasil, em represália à invasão de Portugal pela França. Os portugueses se retiraram em 1817. Em meados do século XIX, a França passou a enviar prisioneiros para o território. A Guiana Francesa tornou-se um departamento da França em 1946.

Translate this page

Choose a language from the menu above to view a computer-translated version of this page. Please note: Text within images is not translated, some features may not work properly after translation, and the translation may not accurately convey the intended meaning. Britannica does not review the converted text.

After translating an article, all tools except font up/font down will be disabled. To re-enable the tools or to convert back to English, click "view original" on the Google Translate toolbar.