Na mitologia grega, Héracles era um herói dotado de grande força e coragem. Os romanos antigos o chamavam de Hércules.

Segundo a lenda, Héracles era filho de Zeus, chefe dos deuses do Olimpo, e da ninfa Alcmena. A mulher de Zeus, Hera, sentia ciúme de todas as mulheres que Zeus amava. Por causa do amor de Zeus por Alcmena, Hera não gostava de Héracles.

Para se vingar de Héracles, Hera provocou nele um acesso de loucura. Fora de si, Héracles matou a esposa e o filho. Quando voltou ao normal, ele ficou horrorizado e deprimido com seu ato. Consultou então uma sacerdotisa para saber como poderia se redimir. Ela o aconselhou a procurar o rei Euristeu e fazer o que ele lhe ordenasse. Héracles seguiu o conselho e foi encarregado pelo rei de realizar doze missões ou trabalhos aparentemente impossíveis.

Os doze trabalhos de Héracles incluíam a morte ou a captura de perigosos monstros, entre eles uma serpente de nove cabeças e o cão de três cabeças que guardava os portões do mundo subterrâneo. Outro trabalho foi apanhar frutos de ouro que, segundo a lenda, garantiam vida eterna às pessoas. Ele também teve de limpar umas estrebarias que acumularam sujeira por trinta anos.

Héracles não era brilhante, mas possuía determinação e força. Em certas ocasiões, ele também revelava inteligência. Para remover o esterco das estrebarias, por exemplo, desviou o curso de dois rios. Em um só dia, as águas carregaram a sujeira para longe. Assim, ele cumpriu com sucesso os doze trabalhos que lhe deram fama.

Translate this page

Choose a language from the menu above to view a computer-translated version of this page. Please note: Text within images is not translated, some features may not work properly after translation, and the translation may not accurately convey the intended meaning. Britannica does not review the converted text.

After translating an article, all tools except font up/font down will be disabled. To re-enable the tools or to convert back to English, click "view original" on the Google Translate toolbar.