O Halloween, celebrado no dia 31 de outubro, é uma data comemorativa muito popular nos Estados Unidos. As pessoas costumam se fantasiar e esculpir os chamados jack-o’-lanterns, morangas ocas nas quais são entalhadas caretas assustadoras. Também é costume as crianças baterem de porta em porta pela vizinhança para pedir doces, usando a tradicional frase Trick or treat? (“Travessuras ou gostosuras?”). Dentre as fantasias mais populares entre as crianças estão a de fantasma e a de bruxa.

O Halloween se originou de diversos festivais pagãos que, na Antiguidade, eram realizados no outono, no hemisfério Norte. Os povos pagãos eram aqueles que acreditavam em muitos deuses, e não em um só. Segundo a crença, na última noite de outubro, os espíritos dos mortos vagavam pela Terra. A data também é conhecida como All Hallows’ Eve, ou seja, Véspera de Todos os Santos. Na igreja cristã, a Véspera de Todos os Santos é a noite que antecede o Dia de Todos os Santos, comemorado em 1° de novembro. Nessa data, os santos cristãos são homenageados. Ao longo do tempo, o Halloween foi se tornando uma festa secular, ou seja, foi perdendo seu caráter religioso. Hoje em dia, a data está mais associada a figuras como esqueletos, morcegos e gatos negros.

No Brasil, o Halloween é conhecido como Dia das Bruxas. Embora não seja tão comemorado quanto nos Estados Unidos, vem se tornando cada vez mais popular. Como resposta à disseminação dessa tradição norte-americana, surgiu em 2003 um projeto de lei que propunha a celebração do Dia do Saci em 31 de outubro. O projeto de lei não foi aprovado nacionalmente, porém algumas localidades incluíram a data em seu calendário oficial e passaram a festejar a figura do folclore brasileiro. No estado de São Paulo, a lei foi promulgada pelo governador no ano de 2004.

Translate this page

Choose a language from the menu above to view a computer-translated version of this page. Please note: Text within images is not translated, some features may not work properly after translation, and the translation may not accurately convey the intended meaning. Britannica does not review the converted text.

After translating an article, all tools except font up/font down will be disabled. To re-enable the tools or to convert back to English, click "view original" on the Google Translate toolbar.