Os contos de fadas de Hans Christian Andersen são tão populares hoje quanto eram na época em que foram escritos, no século XIX. Entre as histórias mais famosas de Andersen estão “O patinho feio” e “A roupa nova do imperador”.

Hans Christian Andersen nasceu em 2 de abril de 1805, numa vila de pescadores chamada Odense, na Dinamarca. Como a família era muito pobre, o menino não pôde frequentar a escola regularmente. Mas ele gostava muito de ir ao teatro e de brincar de atuar. Aos 11 anos, Andersen perdeu o pai. Pouco tempo depois, começou a trabalhar, passando por diversos empregos.

Três anos mais tarde, ele mudou-se para Copenhague, capital da Dinamarca. Tentou a carreira de ator e dançarino, mas não obteve sucesso. Mais tarde, conseguiu ingressar na Universidade de Copenhague.

Em 1835, ele publicou sua primeira coletânea de histórias infantis. Entre elas estava o conto “A princesa e a ervilha”. Andersen escrevia suas histórias como se as contasse em voz alta, usando expressões que as pessoas falavam no dia a dia. Ele também usou a própria experiência de vida para criar personagens pobres e excluídos. Assim, tornou-se um autor muito popular. Durante a longa carreira, Andersen escreveu mais de duzentas histórias. Ele viajou bastante pela Europa, Ásia e África e deixou muitos livros de viagens. Além disso, escreveu peças de teatro, poemas e romances. Andersen morreu no dia 4 de agosto de 1875, em Copenhague.

Translate this page

Choose a language from the menu above to view a computer-translated version of this page. Please note: Text within images is not translated, some features may not work properly after translation, and the translation may not accurately convey the intended meaning. Britannica does not review the converted text.

After translating an article, all tools except font up/font down will be disabled. To re-enable the tools or to convert back to English, click "view original" on the Google Translate toolbar.