Na mitologia da Grécia antiga, Hera ocupava o lugar de rainha dos deuses, por ser a mulher de Zeus, o rei das divindades. Ela era também a deusa do casamento e protegia as mulheres na hora do parto. Hera fazia parte do grupo de doze deuses principais que, segundo os gregos antigos, viviam no monte Olimpo. Os romanos cultuavam Juno, deusa muito parecida com Hera. A vaca e o pavão eram os animais sagrados para Hera.

Os pais de Hera, Cronos e Reia, eram titãs, uma raça de gigantes que havia governado o mundo. Hefesto e Ares eram filhos de Zeus e Hera. Ares (Marte, para os romanos) era deus da guerra e Hefesto (o Vulcano dos romanos) era o deus do fogo.

Ainda que os gregos cultuassem Hera, em muitas histórias ela é apresentada como vingativa e violenta. Zeus amou muitas outras mulheres, o que deixava sua esposa furiosa. Hera punia as mulheres cortejadas por Zeus, mesmo que não aceitassem o amor dele. Também perseguia os filhos que o marido tinha fora do casamento.

Translate this page

Choose a language from the menu above to view a computer-translated version of this page. Please note: Text within images is not translated, some features may not work properly after translation, and the translation may not accurately convey the intended meaning. Britannica does not review the converted text.

After translating an article, all tools except font up/font down will be disabled. To re-enable the tools or to convert back to English, click "view original" on the Google Translate toolbar.