Iuri Alekseievitch Gagarin foi o cosmonauta russo que, em 1961, tornou-se o primeiro homem a viajar pelo espaço e a dizer, a todas as pessoas, como era a Terra vista de longe: “A Terra é azul”, disse ele.

Gagarin nasceu em 9 de março de 1934, perto de Gjatsk, na Rússia, que era parte da União Soviética. Filho de um carpinteiro que vivia em uma fazenda coletiva, Gagarin se formou como moldador em uma escola técnica perto de Moscou, em 1951. Continuou seus estudos no colégio industrial, em Saratov, ao mesmo tempo em que fazia um curso de voo. Ao completar esse curso, Gagarin entrou na escola de cadetes da Força Aérea Soviética, na qual se graduou em 1957.

A espaçonave Vostok 1, pesando 750 quilos e com Gagarin a bordo, foi lançada no dia 12 de abril de 1961, às 9:07 da manhã (horário de Moscou). Deu uma volta completa ao redor da Terra em uma hora e 29 minutos, na altura máxima de 301 km, e aterrissou às 10:55, na União Soviética. O voo espacial trouxe fama mundial imediata ao piloto. Ele foi condecorado com a Ordem de Lênin e recebeu os títulos de Herói da União Soviética e Piloto Cosmonauta da União Soviética. Monumentos foram construídos para ele e ruas foram rebatizadas em sua homenagem por toda a União Soviética.

Gagarin nunca mais voltou ao espaço, mas atuou ativamente no treinamento de outros cosmonautas. Depois de seu histórico voo, fez várias excursões para outras nações e, a partir de 1962, serviu como deputado no Soviete Supremo, o principal órgão legislativo soviético.

Iuri Gagarin morreu, juntamente com outro piloto, do dia 27 de março de 1968, na queda de um avião a jato de dois lugares, em um voo rotineiro de treinamento, próximo a Moscou. Suas cinzas foram colocadas em um nicho na parede do Kremlin. Após sua morte, a cidade de Gjatsk, perto da fazenda em que ele nasceu, foi renomeada Gagarin.

Translate this page

Choose a language from the menu above to view a computer-translated version of this page. Please note: Text within images is not translated, some features may not work properly after translation, and the translation may not accurately convey the intended meaning. Britannica does not review the converted text.

After translating an article, all tools except font up/font down will be disabled. To re-enable the tools or to convert back to English, click "view original" on the Google Translate toolbar.