Os Jogos Olímpicos, ou Olimpíadas, são o maior evento esportivo mundial, reunindo atletas de mais de duzentos países. Existem os Jogos de Verão e os Jogos de Inverno. Elas acontecem em países diferentes, uma vez a cada quatro anos. Até o início da década de 1990, os Jogos de Verão e os Jogos de Inverno aconteciam no mesmo ano. Atualmente, ocorrem com uma diferença de dois anos. Em 2016, o Brasil sediou os Jogos de Verão. A cidade-sede foi o Rio de Janeiro.

Os Jogos Olímpicos surgiram na antiga Grécia, em um lugar chamado Olímpia. Os antigos jogos gregos duraram até 393 d.C. Após um longo intervalo, o evento foi retomado no final do século XIX, passando a ser chamado de Olimpíadas Modernas.

Organização e bandeira

O Comitê Olímpico Internacional (COI), fundado em 1894, é o organizador dos jogos modernos. O COI decide quais esportes devem ser incluídos nas Olimpíadas e escolhe as cidades que vão sediar os jogos. Além do COI, cada país tem seu próprio comitê olímpico nacional — o do Brasil é o Comitê Olímpico Brasileiro (COB).

A bandeira dos Jogos Olímpicos tem cinco anéis entrelaçados sobre um fundo branco. Os anéis representam as cinco partes do mundo unidas pelos jogos: América, Europa, Ásia, África e Oceania. Os anéis são azul, amarelo, preto, verde e vermelho. A escolha se deve às bandeiras nacionais: pelo menos uma dessas cores aparece na bandeira dos países participantes.

Cerimônias olímpicas

Os Jogos Olímpicos começam com uma cerimônia de abertura. A equipe de cada país entra no Estádio Olímpico vestindo o uniforme oficial. Um atleta carrega a bandeira nacional da equipe, caminhando à frente do grupo. A delegação da Grécia é sempre a primeira a entrar; a do país-sede é sempre a última. As outras nações entram em ordem alfabética.

Durante a cerimônia de abertura, a bandeira olímpica é hasteada. Em seguida, uma pessoa importante do país-sede carrega a tocha olímpica para dentro do estádio e acende a pira olímpica. A tocha é acesa em Olímpia, na Grécia, cerca de cem dias antes do início dos jogos, sendo então carregada por uma série de corredores até o país-sede. A pira olímpica é mantida acesa até o fim das Olimpíadas.

Cerimônias de vitória acontecem ao longo dos jogos, ao fim de cada modalidade. Medalhas de ouro, de prata e de bronze são concedidas ao primeiro, segundo e terceiro lugares, respectivamente. As bandeiras dos países vencedores são hasteadas enquanto o hino nacional do medalhista de ouro é tocado.

A cerimônia de encerramento ocorre no final do evento e é menos formal que a cerimônia de abertura. A pira olímpica é apagada e a bandeira olímpica é arriada. Incluindo as cerimônias e as competições, os jogos duram dezesseis dias.

Esportes

Os Jogos de Verão e os Jogos de Inverno incluem esportes diferentes, adequados às distintas estações. Há modalidades individuais e coletivas, para homens e para mulheres. Algumas competições acontecem em espaços fechados; outras, ao ar livre.

Os Jogos de Verão incluem mais esportes que os Jogos de Inverno. Entre as competições mais populares nos Jogos de Verão estão a ginástica, a natação e o atletismo. Outras bastante apreciadas são futebol, basquete, boxe, ciclismo, mergulho, judô, vela, vôlei, polo aquático e halterofilismo.

Todos os esportes dos Jogos de Inverno são disputados na neve ou no gelo. Patinação no gelo e esqui estão entre os favoritos do público. A patinação inclui tanto competições artísticas quanto corridas de velocidade. O hóquei no gelo é uma modalidade em equipe popular. O biatlo combina esqui e tiro esportivo. Os Jogos de Inverno também incluem corridas de alta velocidade em trenós, como o bobsled. O Brasil participou pela primeira vez dos Jogos de Inverno em 1992, em Albertville, na França. Dentre os esportes em que as equipes masculinas e femininas brasileiras já competiram estão esqui, biatlo, bobsled e snowboard.

A lista de esportes olímpicos pode mudar. Às vezes, esportes novos que se tornam populares passam a integrar os jogos. No final do século XX, por exemplo, mountain bike e vôlei de praia entraram para os Jogos de Verão. O snowboard foi incluído nos Jogos de Inverno. Além disso, atletas femininas agora competem em esportes que antes eram considerados apenas masculinos. Dois exemplos são o halterofilismo e a luta olímpica.

História

Os primeiros Jogos Olímpicos dos quais se tem notícia aconteceram na Grécia, em 776 a.C. Os jogos aconteciam a cada quatro anos e eram uma homenagem ao deus grego Zeus. Registros dos jogos antigos preservaram o nome de alguns dos primeiros campeões. Milo de Crotona foi um lutador que venceu seis campeonatos olímpicos. Leônidas de Rodes foi um famoso corredor. Os jogos antigos continuaram até 393 d.C., quando foram interrompidos pelo imperador romano Teodósio I.

Nos 1.500 anos seguintes não houve Olimpíadas. No final do século XIX, um francês chamado Pierre de Coubertin trabalhou para reviver os jogos. Foi ele quem introduziu o atual lema olímpico: Citius, altius, fortius (mais rápido, mais alto, mais forte). As primeiras Olimpíadas da era moderna ocorreram em Atenas, na Grécia. Nesses jogos, um pastor de ovelhas chamado Spiridon Louis tornou-se herói nacional grego ao vencer uma nova corrida chamada maratona. Os primeiros Jogos de Inverno aconteceram em 1924. Em 1932, todos os atletas passaram a se hospedar no mesmo local durante os jogos, o que deu origem às Vilas Olímpicas.

Por aproximadamente oitenta anos, somente atletas amadores puderam participar dos jogos. Os atletas amadores não recebem pagamento pela prática esportiva. Porém, desde a década de 1970, atletas profissionais também podem competir nas Olimpíadas.

Sedes das Olímpiadas Modernas

Ano Jogos de Verão Jogos de Inverno
1896 Atenas (Grécia) *
1900 Paris (França) *
1904 St. Louis (EUA) *
1908 Londres (Reino Unido) *
1912 Estocolmo (Suécia) *
1916 ** *
1920 Antuérpia (Bélgica) *
1924 Paris Chamonix (França)
1928 Amsterdã (Países Baixos) Saint Moritz (Suíça)
1932 Los Angeles (EUA) Lake Placid (EUA)
1936 Berlim (Alemanha) Garmisch-Partenkirchen (Alemanha)
1940 ** **
1944 ** **
1948 Londres Saint Moritz (Suíça)
1952 Helsinque (Finlândia) Oslo (Noruega)
1956 Melbourne (Austrália) Cortina d’Ampezzo (Itália)
1960 Roma (Itália) Squaw Valley (EUA)
1964 Tóquio (Japão) Innsbruck (Áustria)
1968 Cidade do México (México) Grenoble (França)
1972 Munique (Alemanha) Sapporo (Japão)
1976 Montreal (Canadá) Innsbruck (Áustria)
1980 Moscou (Rússia) Lake Placid (EUA)
1984 Los Angeles (EUA) Sarajevo (Iugoslávia)
1988 Seul (Coreia do Sul) Calgary (Canadá)
1992 Barcelona (Espanha) Albertville (França)
1994 *** Lillehammer (Noruega)
1996 Atlanta (EUA) ***
1998 *** Nagano (Japão)
2000 Sydney (Austrália) ***
2002 *** Salt Lake City (EUA)
2004 Atenas ***
2006 *** Turim (Itália)
2008 Pequim (China) ***
2010 *** Vancouver (Canadá)
2012 Londres ***
2014 *** Sochi (Rússia)
2016 Rio de Janeiro (Brasil) ***
2018 *** Pyeongchang (Coreia do Sul)
2020 Tóquio ***
* Os Jogos de Inverno começaram em 1924. ** Os Jogos não foram realizados durante a Primeira Guerra Mundial e a Segunda Guerra Mundial. *** Desde 1992 os Jogos de Verão e os Jogos de Inverno acontecem com uma diferença de dois anos.

Translate this page

Choose a language from the menu above to view a computer-translated version of this page. Please note: Text within images is not translated, some features may not work properly after translation, and the translation may not accurately convey the intended meaning. Britannica does not review the converted text.

After translating an article, all tools except font up/font down will be disabled. To re-enable the tools or to convert back to English, click "view original" on the Google Translate toolbar.