No século XV, o alemão Johannes Gutenberg inventou um novo método de impressão. Ele usou tipos móveis — letras de metal que podiam ser combinadas para formar palavras. Também criou a máquina impressora, ou prelo. O método era tão eficiente que sofreu poucas mudanças ao longo de quatrocentos anos.

Gutenberg nasceu na cidade de Mainz, na Alemanha, no final do século XIV. Pouco se sabe sobre sua vida. Na juventude, ele aprendeu a trabalhar com metais.

Por volta de 1430, Gutenberg se transferiu para a cidade de Estrasburgo (hoje pertencente à França). Lá, pesquisou novos métodos de impressão. Na época, os livros eram copiados à mão, em um processo trabalhoso e demorado. Gutenberg queria produzir livros com mais rapidez, utilizando máquinas.

A solução que encontrou foi o tipo móvel. Ele fez um molde de metal para cada letra. Depois, despejou metal líquido nos moldes e esperou que o metal esfriasse. Surgiram assim os tipos móveis, letras metálicas com as quais era possível formar palavras, frases e parágrafos. Gutenberg também desenvolveu o prelo manual, ou impressora, uma máquina que permitia copiar em papel a composição feita em metal.

Por volta de 1450 Gutenberg retornou a Mainz, onde se estabeleceu como impressor. O mais famoso livro feito em sua oficina foi a Bíblia, impressa em 1455. Sua edição ficou conhecida como Bíblia de Gutenberg. Na Biblioteca Nacional do Brasil, no Rio de Janeiro, existe um exemplar dessa obra raríssima.

Gutenberg continuou a trabalhar na edição de livros praticamente até a morte, em sua cidade natal, em 1468.

Translate this page

Choose a language from the menu above to view a computer-translated version of this page. Please note: Text within images is not translated, some features may not work properly after translation, and the translation may not accurately convey the intended meaning. Britannica does not review the converted text.

After translating an article, all tools except font up/font down will be disabled. To re-enable the tools or to convert back to English, click "view original" on the Google Translate toolbar.