A República das Maldivas é um arquipélago de cerca de 1.200 pequenas ilhas situado no oceano Índico, na Ásia. Apenas cerca de duzentas das ilhas são habitadas. Malé é a capital e a maior cidade do país. As Maldivas têm a menor população entre os países do continente asiático: 342.000 habitantes (estimativa de 2014); a área total das ilhas é 298 km2.

Geografia

As Maldivas se localizam a sudoeste da Índia. As ilhas se estendem por mais de 764 quilômetros de norte a sul e 130 quilômetros de leste a oeste. O clima é quente e úmido.

As ilhas Maldivas são feitas de coral, que se ergue sobre os picos de antigos vulcões submarinos. Algumas das ilhas ainda se encontram em formação; outras estão sendo desgastadas pela água. Nenhuma das ilhas fica mais de 2 metros acima do nível do mar. Seu clima é tropical e úmido.

Flora e fauna

As ilhas são recobertas de vegetação farta, que inclui coqueiros, frutas-pão e arbustos tropicais. Muitos peixes e tartarugas marinhas vivem nas águas que cercam o arquipélago.

População

O povo das Maldivas tem raízes indianas, do Sri Lanka e árabes. A língua falada no país é o divehi. Quase todos os habitantes são muçulmanos. Apenas cerca de 25 das ilhas têm mais de 1.500 habitantes; a maioria da população vive em aldeias, em ilhas pequenas.

Economia

O turismo e a pesca são as atividades mais importantes na economia das Maldivas. A construção e o reparo de embarcações, além da confecção de roupas, são os maiores geradores de emprego para a população local. Um número pequeno de pessoas cultiva cocos, frutas e legumes.

História

As Maldivas foram ocupadas por pessoas vindas da Ásia há mais de 2 mil anos. Foram colônia portuguesa (1558), depois holandesa (1654) e, por fim, britânica (1796). Conquistaram sua independência plena da Grã-Bretanha em 1965. Em 2004, uma onda gigante, chamada tsunami, destruiu algumas das ilhas e matou muitas pessoas.

Translate this page

Choose a language from the menu above to view a computer-translated version of this page. Please note: Text within images is not translated, some features may not work properly after translation, and the translation may not accurately convey the intended meaning. Britannica does not review the converted text.

After translating an article, all tools except font up/font down will be disabled. To re-enable the tools or to convert back to English, click "view original" on the Google Translate toolbar.