Mario Vargas Llosa é um escritor peruano. Devido à originalidade de sua sintaxe e sua narrativa é um dos escritores contemporâneos mais importantes da língua espanhola. Seus romances, peças de teatro e ensaios refletem seu compromisso com as mudanças sociais. Em 1990, ele foi um candidato à presidência do Peru. Vargas Llosa foi laureado com o Premio Nobel de Literatura em 2010.

Juventude

Jorge Mario Pedro Vargas Llosa nasceu em 28 de março de 1936, em Arequipa, Peru. Ele recebeu sua educação precoce em Cochabamba, na Bolívia, onde seu avô era o cônsul peruano. Vargas Llosa mais tarde foi a uma série de escolas no Peru antes de entrar a uma escola militar em Lima, em 1950.

Carreira

Após a primeira publicação de Vargas Llosa, La huida del Inca (1952, A fuga do Inca), uma peça em três atos, suas histórias começaram a aparecer em revistas literárias peruanas. Ele co-editou os comentários nas revistas Cuadernos de composición (Cadernos de composição) de 1956 a 1957 e Literatura, de 1958 a 1959. Também, o escritor peruano trabalhou como jornalista e locutor e frequentou a Universidade de Madri, na Espanha. Em 1959 mudou-se para Paris, na França, onde viveu até 1966. Mais tarde, ele viveu na Inglaterra, nos Estados Unidos e na Espanha, antes de retornar a Lima em 1974.

O primeiro romance de Vargas Llosa, A cidade e os cachorros (1963) foi amplamente aclamado. Traduzido em mais de uma dúzia de idiomas, descreve a vida de adolescentes que lutam para sobreviver no ambiente hostil e violento de uma escola militar. A casa verde (1966), cuja história acontece na selva peruana, combina o mítico, o popular e os elementos heroicos para captar a realidade trágica e fragmentada dos personagens. Em Conversa na Catedral (1969) o autor lida com o regime militar de Manuel Odría (1948-1956), e em Pantaleão e as visitadoras (1973) faz uma sátira do fanatismo militar e religioso. Seu romance semi-autobiográfico Tia Julia e o escrevinhador (1977) combina dois pontos de vista narrativos para explorar o processo criativo da escrita e sua relação com o cotidiano dos escritores.

Vargas Llosa também escreveu diversos ensaios aclamados pela crítica, incluindo García Márquez: Historia de un deicidio (1971, García Márquez: História de um deicídio), La orgía perpetua: Flaubert y “Madame Bovary” (1975, A orgia perpétua: Flaubert e “Madame Bovary”) e Entre Sartre y Camus (1981, Entre Sartre e Camus).

Em 1981, Vargas Llosa publicou A guerra do fim do mundo, um relato de um movimento religioso apocalíptico brasileiro do século XIX, que teve grande êxito de vendas em países de língua espanhola. Autor prolífico, entre suas obras de teatro destacam-se A menina de Tacna (1981) e La chunga (1986); e entre seus romances, O falador (1987), Lituma nos Andes (1993) e Os cadernos de Dom Rigoberto (1997). Em 2000 obteve um grande éxito com A festa do bode, um romance de ficção com abundantes dados históricos sobre o ditador dominicano Rafael Leonidas Trujillo Molina. Suas obras recentes incluem O paraíso na outra esquina (2003) e Travessuras da menina má (2006). Com o tempo, Vargas Llosa tem mostrado um estilo cada vez mais calmo e reflexivo.

Além de suas atividades literárias, ele tem escrito numerosos artigos sobre política — na sua juventude como seguidor da esquerda e na maturidade com posições mais liberais. Vargas Llosa desafiou Alberto Fujimori à presidência do Peru em 1990, perdendo a eleição no segundo turno. Em 1994, ganhou o Prêmio Miguel de Cervantes, o maior galardão literário da língua espanhola. Em 2010, lhe foi outorgado o Prêmio Nobel de Literatura.

Translate this page

Choose a language from the menu above to view a computer-translated version of this page. Please note: Text within images is not translated, some features may not work properly after translation, and the translation may not accurately convey the intended meaning. Britannica does not review the converted text.

After translating an article, all tools except font up/font down will be disabled. To re-enable the tools or to convert back to English, click "view original" on the Google Translate toolbar.