Marte é um dos planetas que orbita, ou gira, em torno do Sol, no Sistema Solar. São 228 milhões de quilômetros de distância, em média, entre um e outro. Marte é o quarto planeta a partir do Sol. Também é vizinho da Terra e tem duas luas pequenas e rochosas, Fobos e Deimos.

Durante séculos as pessoas se perguntaram se haveria vida em Marte. Muitas histórias e filmes foram criados imaginando a existência de um povo em Marte, os marcianos. Estudos mostram, no entanto, que não há sinais óbvios de vida no planeta. Mas os cientistas ainda tentam descobrir se em algum outro tempo existiu lá alguma forma pequena e simples de vida.

Características físicas

Depois de Mercúrio, Marte é o menor planeta do Sistema Solar. Seu diâmetro é de 6.800 quilômetros, quase metade do tamanho do diâmetro da Terra. Marte tem camadas geológicas como as da Terra. Essas camadas consistem em um núcleo de metal, um meio rochoso e grosso e uma crosta.

Sua superfície é formada por rocha e poeira. Há grandes tempestades de poeira lá. Partes do planeta têm buracos enormes, chamados crateras, mas há também planícies, vales profundos e altas montanhas.

A atmosfera, ou camada de gases, que circunda Marte é fina e não retém bem o calor. As temperaturas da superfície de Marte são de aproximadamente -33°C à tarde. Mas caem até -83°C antes do amanhecer. Ou seja, lá faz muito frio.

A água é rara no Sistema Solar, exceto na Terra. Existe água em Marte nas extremidades do planeta — como calotas de gelo nos polos Norte e Sul — e em placas de gelo abaixo da superfície. Pequenas quantidades de água também foram encontradas no ar, em forma gasosa. Algumas evidências levam a crer que no passado havia água na superfície de Marte. O planeta tem centenas de canais que se assemelham a leitos de rio secos. Alguns cientistas acreditam que no passado Marte foi um planeta quente, com grandes mares.

Translação e rotação

Como todos os planetas, Marte tem dois tipos de movimento: translação e rotação. Ele faz uma volta completa em torno do Sol — ou seja, o movimento de translação — a cada 687 dias terrestres. Em outras palavras, um ano de Marte equivale a 687 dias na Terra.

Marte gira ao redor do seu eixo quase na mesma velocidade que a Terra. Leva cerca de 24,6 horas para completar uma rotação. Então, um dia em Marte dura quase tanto quanto um dia terrestre.

Observação e exploração

As pessoas observam Marte desde os tempos antigos. Os Estados Unidos e a União Soviética mandaram várias naves espaciais não tripuladas para Marte entre as décadas de 1960 e 1980. Elas colheram muitas informações sobre o planeta. Algumas naves, como a americana Viking, aterrissaram com sucesso no solo marciano.

Desde os anos 1990, os Estados Unidos e a Europa enviaram várias espaçonaves para orbitar o planeta. Entre elas estão as americanas Mars Global Surveyor e Mars Odissey e a europeia Mars Express.

A nave espacial norte-americana Mars Pathfinder pousou em Marte na década de 1990 e lançou um robô de exploração na superfície. Em 2003, os Estados Unidos enviaram ao planeta outros dois robôs exploradores, Spirit e Opportunity. Em 2012 foi enviado outro robô, chamado Curiosity, que também aterrissou no planeta. Eles se movem pela superfície de Marte e fazem experimentos.

Translate this page

Choose a language from the menu above to view a computer-translated version of this page. Please note: Text within images is not translated, some features may not work properly after translation, and the translation may not accurately convey the intended meaning. Britannica does not review the converted text.

After translating an article, all tools except font up/font down will be disabled. To re-enable the tools or to convert back to English, click "view original" on the Google Translate toolbar.