O padre e estudioso alemão Martinho Lutero foi o responsável pelo movimento que resultou na Reforma protestante, em 1517. Esse movimento buscava mudar, ou reformar, a Igreja Católica, mas acabou levando ao estabelecimento do protestantismo, um dos maiores braços do cristianismo. A religião protestante conhecida como luteranismo nasceu das ideias de Lutero.

Primeiros anos

Lutero nasceu em Eisleben, na Saxônia, hoje na Alemanha, em 10 de novembro de 1483. Ele estudou por muitos anos, desde jovem. Em 1505, por insistência do pai, começou a estudar direito. Porém, nesse mesmo ano, abandonou o direito e entrou para a vida religiosa. Tornou-se monge e padre da Igreja Católica e, mais tarde, orientou estudos bíblicos na Universidade de Wittenberg.

Em meio a essas atividades, Lutero começou a ter dúvidas em relação a alguns aspectos da Igreja Católica da época. Uma das coisas que ele questionava era o fato de o perdão poder ser comprado, uma prática conhecida como venda de indulgências. Para Lutero, o perdão de Deus vinha para aqueles que tinham fé, não para quem tinha dinheiro para comprá-lo. Além disso, ele considerava a Igreja poderosa demais, e o clero, corrupto.

Luta pela reforma

Em 1517, Lutero fez uma lista com 95 teses, ou declarações, apresentando suas crenças sobre religião. Nesse documento, ele criticava a venda de indulgências. Acredita-se que Lutero tenha enviado esse documento a bispos da Igreja Católica. Ele continuou a escrever e a ensinar sobre a reforma, e suas ideias começaram a ganhar apoio.

Seus pensamentos e suas ações incomodaram poderosos líderes da Igreja, e o papa (chefe da Igreja Católica) o excomungou em 1521. Mais tarde, no mesmo ano, o governo da Alemanha declarou Lutero um fora da lei, e ele fugiu para um castelo próximo à cidade de Eisenach. Enquanto estava escondido, traduziu o Novo Testamento (a parte cristã da Bíblia) para o alemão, para que mais pessoas pudessem lê-lo. Em 1522, retornou a Wittenberg.

Lutero passou o resto da vida escrevendo, pregando e organizando a Igreja reformada na Saxônia. Morreu em 18 de fevereiro de 1546, em Eisleben.

Translate this page

Choose a language from the menu above to view a computer-translated version of this page. Please note: Text within images is not translated, some features may not work properly after translation, and the translation may not accurately convey the intended meaning. Britannica does not review the converted text.

After translating an article, all tools except font up/font down will be disabled. To re-enable the tools or to convert back to English, click "view original" on the Google Translate toolbar.