Mianmar é um país situado no sudeste da Ásia. Em 1989, os militares no poder mudaram o nome do país de Birmânia para Mianmar; o nome da capital também foi trocado, de Rangun para Yangon. Em 2006, o governo transferiu a capital para Naipidau (Nay Pyi Taw). Mianmar tem 51.580.000 habitantes (estimativa de 2014) e sua área é de 676.577 km2.

Geografia

Mianmar faz fronteira com Bangladesh, Índia, China, Laos e Tailândia. O oceano Índico fica a oeste. A maior parte do país é montanhosa. Na região central há terras mais baixas margeando os rios Irrawaddy e Sittang. O clima de Mianmar é quente e, na região litorânea, muito chuvoso.

Flora e fauna

Florestas úmidas de sempre-verdes (árvores que não perdem as folhas durante o ano) crescem nas regiões de mais chuva. Nas áreas onde chove menos, crescem tecas e outras árvores decíduas (ou seja, que perdem suas folhas em determinada época do ano). Muitas aves, cobras e macacos vivem nas florestas. Os tigres e os elefantes de Mianmar encontram-se em perigo de extinção.

População

A maior parte da população é composta de birmaneses; chans, carenes e outros povos formam grupos menores. O idioma principal é o birmanês. A maioria da população pratica o budismo, e quase 75 por cento das pessoas vivem na zona rural.

Economia

A maior parte da população trabalha na agricultura. São cultivados principalmente arroz, cana-de-açúcar, feijão, amendoim, milho e algodão. As principais criações são de gado bovino, porcos e búfalos. A pesca é outra fonte de alimentos. Das florestas são extraídas a teca e outras árvores.

Mianmar também possui ricas reservas minerais, que incluem cobre, chumbo, estanho, jade e pedras preciosas, além de reservas de petróleo e gás natural. Suas fábricas produzem roupas, cimento e fertilizantes.

História

Entre os séculos IX e XIII, os birmaneses formavam um poderoso reino budista. Depois de um longo período de dispersão e domínio por povos vizinhos estrangeiros, um rei birmanês unificou os povos do país em meados do século XVIII. A Grã-Bretanha conquistou a região em 1885 e lhe deu o nome de Birmânia. O país conquistou a independência em 1948.

Depois disso, o poder ficou nas mãos de líderes militares, que impuseram um regime ditatorial. No início do século XXI, continuavam os embates entre o governo militar e parcelas da população que querem a democracia no país.

Translate this page

Choose a language from the menu above to view a computer-translated version of this page. Please note: Text within images is not translated, some features may not work properly after translation, and the translation may not accurately convey the intended meaning. Britannica does not review the converted text.

After translating an article, all tools except font up/font down will be disabled. To re-enable the tools or to convert back to English, click "view original" on the Google Translate toolbar.