O escultor, pintor e arquiteto italiano Michelangelo é considerado um dos maiores artistas de todos os tempos. Suas criações já se destacavam na época do Renascimento, período conhecido por extraordinárias realizações nas artes e na literatura.

Primeiros anos e obras

Michelangelo di Lodovico Buonarroti Simoni nasceu no dia 6 de março de 1475, em Caprese, perto de Florença, na Itália. Aos 13 anos, estudou arte com Domenico Ghirlandaio, um pintor influente em Florença.

Mais tarde, Michelangelo mudou-se para Roma. Lá, pediram-lhe que esculpisse uma Pietà — obra de arte que mostra a Virgem Maria segurando no colo o corpo de Jesus Cristo morto. (Pietà significa “Piedade”; por isso, Maria, representada nesse momento, recebe o nome de Nossa Senhora da Piedade.) A Pietà de Michelangelo é uma escultura grande, trabalhada em um único bloco de mármore. Sua perfeição e sua beleza tornaram Michelangelo famoso.

Em 1501, Michelangelo voltou a Florença e criou Davi, estátua imensa de mármore, cujo jovem esculpido segura um estilingue — Davi foi um rei do antigo Israel e sua vida é contada no Velho Testamento da Bíblia. Quando era menino, Davi venceu o gigante Golias usando apenas uma funda (ou um estilingue). O Davi de Michelangelo é uma das mais importantes estátuas do mundo e representa o ideal de perfeição do corpo humano do Renascimento.

As capelas Sistina e dos Médicis

Em 1505, o papa Júlio II chamou Michelangelo a Roma, para trabalhar nas estátuas do túmulo papal. Em 1508, convenceu-o a pintar o teto da Capela Sistina, no Vaticano. Nos anos que se seguiram, Michelangelo criou, no teto da capela, maravilhosos afrescos, pinturas criadas sobre reboco úmido. Ele trabalhava sobre uma plataforma de 18 metros de altura (o equivalente a um edifício de seis andares). As principais cenas mostram histórias bíblicas, como os profetas hebreus e a obra-prima A criação de Adão.

Depois, Michelangelo voltou a Florença, onde projetou uma capela de mármore para a poderosa família Médicis. As estátuas de mármore que ele esculpiu para a capela são algumas de suas esculturas mais notáveis.

Últimos anos

Em 1534, Michelangelo começou outro afresco, O Juízo Final, para a Capela Sistina. Passou a maior parte de seus últimos anos trabalhando nessa grande pintura e escrevendo poemas. Além disso, projetou a impressionante cúpula da Basílica de São Pedro e a Praça do Capitólio, em Roma — cidade em que morreu, no dia 18 de fevereiro de 1564.

Translate this page

Choose a language from the menu above to view a computer-translated version of this page. Please note: Text within images is not translated, some features may not work properly after translation, and the translation may not accurately convey the intended meaning. Britannica does not review the converted text.

After translating an article, all tools except font up/font down will be disabled. To re-enable the tools or to convert back to English, click "view original" on the Google Translate toolbar.