O romance Moby Dick é uma obra-prima escrita pelo romancista, contista e poeta americano Herman Melville, conhecido principalmente pelos seus romances ambientados no mar. Melville nasceu em Nova York, nos Estados Unidos, no ano de 1819, e morreu na mesma cidade em 1891.

Moby Dick é o nome de um enorme cachalote branco. (O cachalote é um animal marinho muito grande, da família da baleia.) Ele é procurado nos mares e oceanos pelo capitão Acab, que comanda um navio baleeiro chamado Pequod. Acab quer matar o cachalote como vingança porque teve uma de suas pernas arrancada por Moby Dick em uma caçada anterior.

A obsessão por matar Moby Dick acaba levando Acab e sua tripulação a enfrentar grandes tempestades e acidentes no mar. Quem narra a história, o tempo todo, é um personagem chamado Ismael, um dos marinheiros.

Herman Melville, o autor da história, vivia em uma fazenda. Ele havia prometido ao seu editor terminar no final de 1850 o romance, que inicialmente havia intitulado A baleia, mas que ficou sendo Moby Dick. Atrasou um pouco a entrega, e o livro acabou sendo publicado um ano depois, em outubro de 1851, na Inglaterra.

Não fez muito sucesso na ocasião. A qualidade da obra do escritor foi sendo descoberta mais tarde e tournou-se uma das mais importantes na literatura mundial. Basicamente a história é simples, mas mostra os conflitos internos dos personagens principais, os choques de relacionamento em uma equipe presa por meses em um navio, e é uma narrativa intensa, autêntica, da pesca da baleia.

Escrevendo sobre tudo isso, Melville dramatizou as suas preocupações mais profundas: as derrotas e os triunfos equivocados do espírito humano e o modo como este funde impulsos criadores e assassinos. Nas suas aflições particulares, Melville encontrou as preocupações universais, que atingem todas as pessoas.

Translate this page

Choose a language from the menu above to view a computer-translated version of this page. Please note: Text within images is not translated, some features may not work properly after translation, and the translation may not accurately convey the intended meaning. Britannica does not review the converted text.

After translating an article, all tools except font up/font down will be disabled. To re-enable the tools or to convert back to English, click "view original" on the Google Translate toolbar.