O Nepal é um pequeno país montanhoso do centro-sul da Ásia. O monte Everest, que é o mais alto do mundo, fica na fronteira norte do Nepal. Por muito tempo as montanhas mantiveram o país isolado do mundo exterior. A capital nepalesa é Katmandu. O país tem área de 147.181 km2 e 27.598.000 habitantes (estimativa de 2014).

Geografia

O Nepal fica entre o sul da China e o norte da Índia. A parte da China que faz fronteira com o Nepal é chamada de Tibete.

A região do Tarai, no sul do Nepal, é de terras planas e baixas. O norte do Tarai, onde há vales e montanhas, concentra a maioria da população. Ao norte da região montanhosa fica a majestosa cordilheira do Himalaia. Os principais rios do país são o Kosi, o Narayani (ou Gandak) e o Karnali.

A maior parte do país tem clima ameno. As áreas elevadas são mais frias e têm mais neve.

Flora e fauna

Árvores nativas como o pau-rosa e o sal (ou shala) crescem no sul. Pinheiros, carvalhos, choupos e nogueiras crescem nas colinas. As florestas do Himalaia têm abetos, pinheiros, ciprestes, juníperos e bétulas.

O Nepal tem animais selvagens como tigres, leopardos, cervos e rinocerontes. Muitos desses animais estão ameaçados de extinção.

Segundo uma lenda, um monstro chamado Iéti, ou Abominável Homem das Neves, vive nas montanhas altas e nevadas do país, mas a maioria das pessoas não acredita nisso.

População

A população do Nepal inclui várias etnias. Os tarus, os neuares e outros grupos têm origem indiana. Os tamanos e os xerpas têm raízes tibetanas. O idioma oficial é o nepalês. A maioria dos habitantes vive em áreas rurais.

O hinduísmo é a religião principal e coexiste há séculos com o budismo no país. Acredita-se que Buda, o fundador do budismo, nasceu no Nepal.

Economia

O Nepal é um dos países mais pobres do mundo. A maioria da população trabalha na agricultura cultivando arroz, milho, trigo, batatas e cana-de-açúcar. Há criação de gado, cabras, búfalos, porcos e ovelhas.

As fábricas nepalesas produzem vestuário, tapetes e pashmina (um tecido finíssimo de e seda). Outros produtos incluem itens de madeira e de uma fibra vegetal chamada juta. O turismo é outra fonte de renda do Nepal.

História

Antigamente, reis hindus da Índia governavam a região do Nepal. Em 1769, o rei Prithvi Narayan Shah conquistou alguns reinos pequenos, e seu território tornou-se o atual país do Nepal. A dinastia Shah gerou sucessivos reis nepaleses até o século XIX.

A dinastia Rana tomou o governo do rei Shah em 1846 e deu à Grã-Bretanha uma parcela do poder no Nepal. Uma revolução derrubou o governo Rana em 1951. Um membro da dinastia Shah retomou o poder como rei.

Birendra Shah tornou-se rei em 1972. Em 1990, ocorreram muitos protestos contra seu regime ditatorial. Uma nova constituição permitiu a existência de diferentes partidos políticos e estabeleceu uma legislatura bicameral.

Um grupo rebelde começou a lutar contra o governo em 1996, com o objetivo de instituir um regime comunista.

Em 2001, o filho do rei Birendra matou o próprio pai e outros membros da família real a tiros, suicidando-se em seguida. Gyanendra, irmão do falecido rei Birendra, foi coroado rei e tentou controlar o governo para deter as lutas dos rebeldes. Isso gerou mais protestos. Em 2006, Gyanendra abriu mão do poder e os rebeldes assinaram um acordo de paz com o governo. O povo nepalês elegeu uma nova assembleia em 2008. O novo governo então votou a favor de tornar o Nepal uma república democrática.

No dia 25 de abril de 2015, o Nepal foi atingido por um terremoto de magnitude 7.8. Cerca de duas semanas depois, em 12 de maio, outro terremoto, de magnitude 7.3, atingiu a região. Mais de 8.300 pessoas morreram, quase 18.000 ficaram feridas e cerca de 2,8 milhões foram deslocadas. Segundo um relatório das Nações Unidas, mais de 8 milhões de pessoas foram afetadas pelo evento, que incluiu fatalidades nas regiões próximas da Índia, China e Bangladesh. Imediatamente após o acontecimento, o Nepal declarou estado de emergência e pediu ajuda à comunidade internacional. Índia, China e diversos outros países responderam rapidamente, enviando auxílio e equipes de resgate.

Translate this page

Choose a language from the menu above to view a computer-translated version of this page. Please note: Text within images is not translated, some features may not work properly after translation, and the translation may not accurately convey the intended meaning. Britannica does not review the converted text.

After translating an article, all tools except font up/font down will be disabled. To re-enable the tools or to convert back to English, click "view original" on the Google Translate toolbar.