Nicolau II foi o último czar da Rússia. Seu reinado chegou ao fim em 1917, quando aconteceu a Revolução Russa. O povo estava descontente com a pobreza e com a falta de participação nas decisões do governo. Depois de Nicolau II, a Rússia mudou totalmente, juntando-se a outras repúblicas e formando um novo país, a União Soviética, que adotou o regime comunista. (O comunismo é uma doutrina econômica e política que idealiza uma sociedade mais igualitária. Nela, os indivíduos não têm propriedade, tudo é do governo ou da comunidade, e todos devem compartilhar a riqueza que criam.)

Infância e juventude

Nicolau II nasceu no 18 de maio de 1868, em Tsárskoie Seló, na Rússia. Seu nome de família era Romanov. Nicolau estudou com professores particulares e se tornou czar em 1894. Pouco depois, casou-se com uma princesa alemã chamada Alexandra.

Reinado

Como czar, Nicolau não entendia que o povo queria participar das decisões do governo. Depois de uma rebelião popular em 1905, ele concordou em criar uma câmara de deputados chamada Duma – mas não deu muitos poderes a ela. A população ficou ainda mais descontente e revoltada.

Nicolau também não tinha boas relações com outros países. Seu maior conflito foi com o Japão. O resultado disso foi a Guerra Russo-Japonesa (1904-1905), que a Rússia perdeu.

Em 1914, a Rússia entrou na Primeira Guerra Mundial. Enquanto Nicolau liderava o exército, prestou pouca atenção à administração do governo. A insatisfação aumentou e as pessoas começaram a se organizar. Finalmente, em 1917, aconteceu a Revolução Russa.

A revolução

A Revolução Russa teve início quando uma revolta irrompeu em Petrogrado (a atual São Petersburgo), em 8 de março de 1917. Nicolau enviou soldados ao local, mas já era tarde demais. Com o apoio do exército, a Duma forçou o czar a abdicar. Os novos líderes da Rússia prenderam Nicolau, Alexandra e seus cinco filhos.

Pouco depois, um grupo de comunistas — chamado bolcheviques, que significa “a maioria”, — tomou as rédeas do governo. Os bolcheviques mataram Nicolau e sua família em 17 de julho de 1918.

Translate this page

Choose a language from the menu above to view a computer-translated version of this page. Please note: Text within images is not translated, some features may not work properly after translation, and the translation may not accurately convey the intended meaning. Britannica does not review the converted text.

After translating an article, all tools except font up/font down will be disabled. To re-enable the tools or to convert back to English, click "view original" on the Google Translate toolbar.